Docente e grupo de pesquisa da ECA concorrem ao Prêmio Luiz Beltrão

A professora Roseli Fígaro, do Departamento de Comunicações e Artes (CCA), e o Centro de Pesquisa Comunicação e Trabalho (CPCT) estão entre os concorrentes da edição 2017 do Prêmio Luiz Beltrão, entregue todos os anos pela INTERCOM (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação) à pesquisadores e instituições que se destacam na promoção das ciências da comunicação.

Roseli Fígaro concorre à categoria Maturidade Acadêmica, que premiará um pesquisador com tradição na academia, com outros seis pesquisadores de diferentes universidades públicas e particulares. Já o CPCT concorre como Grupo Inovador com outras quatro instituições. Além destas, as outras categorias do Prêmio são Liderança Emergente, entregue a personalidades que iniciam a carreira na pesquisa, e Instituição Paradigmática, dado a um grupo tradicional das ciências da comunicação.

O anúncio dos vencedores ocorrerá no início de junho e a entrega dos diplomas ocorrerá em setembro, durante o Congresso Nacional da Intercom, em Curitiba.

O Prêmio

O Prêmio Luiz Beltrão foi instituido em 1997 de modo a homenagear e reconhecer a excelência acadêmica, bem como entidades que desenvolvem projetos comunicacionais relevantes para o desenvolvimento sociocultural. O nome da premiação refere-se ao jornalista, escritor e pesquisador Luiz Beltrão, pioneiro da pesquisa científica em comunicação popular no Brasil e criador da área de estudo folkcomunicação.

Os candidatos ao prêmio são indicados anualmente pela comunidade científica de comunicações, sócios da INTERCOM, programas de pós-graduação, institutos de pesquisa e estudantes. A escolha dos vencedores é feita por um colegiado composto pelo atual e pelos ex-presidentes da INTERCOM e por vencedores da categoria Maturidade Acadêmica em anos anteriores.

Sobre os indicados

Roseli Fígaro é formada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e mestre e doutora em ciências da comunicação pela ECA. É coordenadora do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Comunicação e Censura e do Grupo de Pesquisa do Arquivo Miroel Silveira. É diretora editorial da Revista Comunicação & Educação. Na área de comunicação, estuda linguagem verbal, teorias da comunicação, mundo do trabalho, gestão da comunicação e comunicação/educação.

O Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho, coordenado pela professora Roseli Fígaro, existe desde 2003, trabalhando com pesquisas em torno do binômio comunicação-trabalho e "buscando compreender como a comunicação organiza, constrói e transforma redes de sentido num mundo do trabalho em permanente mudança".