Projeto Redigir abre inscrições para turmas do primeiro semestre

A partir do dia 2 de fevereiro, o Projeto Redigir abre inscrições para o curso de Comunicação e Cidadania com Ferramentas da Língua Portuguesa. As aulas, que acontecem semanalmente na ECA durante todo o semestre, incluem conceitos de gramática e redação, além de debates sobre temas atuais. O curso é gratuito e voltado para jovens e adultos de baixa renda, a partir dos 16 anos, com ensino fundamental completo e que não estejam ou tenham sido vinculados à cursos de graduação em universidades públicas. Não se trata, contudo, de um curso pré-vestibular; o objetivo do projeto é discorrer sobre conceitos de comunicação e gramática no cotidiano dos participantes.

As inscrições serão realizadas presencialmente nos dias 2 e 3, 16 e 17, 23 e 24 de fevereiro, na sala do Projeto Redigir, localizada no Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE). Nestes dias, o horário de atendimento será das 9h às 14h e das 18h às 21h, nas sextas-feiras, e das 9h às 13h, aos sábados. Os interessados deverão apresentar, no ato da inscrição, cópias dos seguintes documentos: RG, comprovante de renda de todos que contribuem na renda da casa e comprovante de escolaridade do último nível cursado (ensino fundamental, médio ou superior, se houver). Os inscritos serão selecionados por meio de avaliação socioeconômica. 


Turma do primeiro semestre no ano passado no momento da entrega de certificados de conclusão do curso Comunicação e Cidadania com Ferramentas da Língua Portuguesa

Nairim Bernardo, educadora do projeto, explica que a organização e as aulas do projeto são desenvolvidas de forma horizontal, sem diferenciar os educadores e educandos, e realizadas em formato de círculo, diferente daquele adotado em escolas e universidades, privilegiando a troca de conhecimento entre ambas as partes envolvidas no processo de aprendizado. Sobre a participação no projeto de extensão, ela diz que “o Redigir me mudou muito: o modo como eu enxergo a universidade, o modo como eu enxergo a educação e as outras pessoas também”.


O curso é ministrado por estudantes da ECA e da USP e apresenta tópicos da Língua Portuguesa, além de debates sobre temas da atualidade

Haline Floriano, também colaboradora do projeto, conta que conheceu o Redigir em 2015 quando entrou na ECA, mas não participou da iniciativa logo no início por achar que não conseguiria conciliar a graduação e o estágio com as atividades do projeto. No entanto, em 2017, ela conta que em certo dia estava na biblioteca e uma moça a perguntou como funcionavam os cursos de graduação da USP. Era uma aluna do Projeto Redigir e seu sonho era cursar Economia na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP. Naquele momento, Haline decidiu que entraria no projeto.

Para a estudante, a escrita de acordo com a norma culta da língua portuguesa é um privilégio no Brasil. “Projetos que envolvam a comunicação são essenciais para ressaltar que todos têm voz e devem se expressar”, relata Haline, lembrando os receios e desconfortos que muitas pessoas têm de se expressar por conta de não terem tido acesso à uma educação de qualidade. “É gratificante chegar ao final do semestre e ver os educandos se expressando e levando isso para as suas comunidades”, completa.  

O Projeto Redigir foi criado em 1999 por alunos da graduação em jornalismo da ECA. Inicialmente, o projeto foi desenvolvido no sentido de oferecer aulas voltadas aos critérios formais da língua portuguesa e ao desenvolvimento de redação. Atualmente, é ministrado por alunos voluntários da USP e de outras instituições, e voltado, sobretudo, para a comunicação, expressão e compreensão da língua portuguesa.

Serviço:

Inscrições do Projeto Redigir

Data: 2 e 3, 16 e 17, 23 e 24 de fevereiro
Horário: das 9h às 14h e das 18h às 21h, nas sextas-feiras, e das 9h às 13h, aos sábados
Local: Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA-USP (Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Butantã, São Paulo)
Turmas: segunda-feira, das 19h30 às 22h30; terça-feira, das 19h30 às 22h30; sexta-feira, das 9h às 12h, e aos sábados, das 9h30 às 12h30

 

Texto: Beatriz Gomes Furtunato
Fotos: Divulgação/Projeto Redigir