Recepção dos intercambistas tem giro cultural por São Paulo

No dia 26 de fevereiro, aconteceu a apresentação da ECA para os intercambistas com as boas vindas do diretor Eduardo Monteiro, da professora Silvia Laurentiz, presidente da Comissão de Graduação, e da professora Daniela Osvald, presidente da Comissão de Relações Internacionais.

Após a apresentação institucional, Thaise Desirree, secretária da Comissão de Relações Internacionais, passou informações administrativas aos alunos e respondeu à diversas dúvidas, por exemplo, sobre a Polícia Federal, como adquirir o Bilhete Único e como são feitas as matrículas na ECA.

A matrícula nas disciplinas é diferente para os intercambistas. Após receberem um formulário da Comissão de Relações Internacionais, “eles levam para os professores e os professores avaliam se os alunos podem ou não seguir as aulas”, explica Thaise, “uma vez que os professores autorizam, eles trazem o formulário para a CRint e nós fazemos a matrícula.”


Thaise Desirree, da Comissão de Relações Internacionais da ECA, na apresentação da Escola aos intercambistas

Após o esclarecimento de algumas questões, foi aberto espaço para uma apresentação da Biblioteca da ECA e das entidades estudantis, dentre elas, o Centro Acadêmico Lupe Cotrim, a ECAtlética, a BaterECA, a ABU, a Rosa dos Ventos, o Coletivo Camaleoa (coletivo LGBT), o Coletivo Opá Negra (coletivo negro), o Coletivo Feminista e o Redigir, projeto de extensão voltado para educação e cidadania.

Neste dia, o professor Ricardo Alexino Ferreira ainda deu uma aula aos novos intercambistas sobre a Cultura Brasileira.

Intercambistas de 12 países diferentes estão na ECA neste semestre

Outra atividade de recepção aos intercambistas foi o Giro Cultural da USP, um programa da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária. Neste passeio, os intercambistas da ECA, do Instituto de Relações Internacionais e da Faculdade de Educação andaram de ônibus pelo campus com monitores mostrando as unidades da USP e contando as suas histórias.

“Depois, à tarde, fizemos o tour pela ECA. Andei com eles pela ECA inteira, mostrei todos os departamentos e vários alunos também ajudaram a apresentar os departamentos”, contou Thaise. E, por fim, os intercambistas foram levados para participar de uma oficina da BaterECA, na qual puderam tocar instrumentos e interagir com outros estudantes.

A partir de quarta-feira, os alunos estrangeiros ficaram livres para participar das atividades da Semana de Recepção dos Calouros.

Além disso, no próximo sábado, dia 3 de março, acontecerá o Giro Cultural por São Paulo. Os intercambistas serão levados para conhecer o Museu Paulista, o Teatro Municipal e o Museu de Arte Contemporânea. “É uma atividade que a gente faz fora da rotina de trabalho, mas os alunos gostam muito porque os ajuda a conhecer melhor a cidade onde eles estão”, explica Thaise.

Neste semestre, há 24 intercambistas estudando na ECA. Cinco deles são alunos de prorrogação, quer dizer, já estudaram na Escola no último semestre e continuaram aqui para o próximo. Eles vieram de 12 países diferentes: Alemanha, Espanha, Portugal, França, Escócia, Colômbia, Finlândia, Romênia, Itália, México, Canadá e Inglaterra.

 

Fotos: Rodrigo Siqueira