Revista Novos Olhares publica nova edição

Está disponível o volume 7, número 2, da revista Novos Olhares, editada pelo professor Eduardo Vicente, do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (CTR). Segundo o docente, neste número, os estudos vinculados às visualidades ganharam maior destaque.

O artigo John Dewey no cinema: os princípios educativos no filme Além da sala de aula, de Fernanda Amorim Accorsi e Teresa Kazuko Teruya, ambas da Universidade Estadual de Maringá (UEM), problematiza o filme do título e tem como base os princípios educativos discutidos no livro Vida e educação, de John Dewey. Outros artigos como Do apelo comercial ao pano de fundo da ação: as primeiras funções da cor no cinema e “A indústria é cultural”: contribuições de Jhon T. Caldwell para a pesquisa em comunicação também abordaram a comunicação visual.

O papel do Twitter no agendamento jornalístico em mídia regional no Paraná, de Sérgio Luiz Gadini, professor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e de Vanessa Cristina A. T. Hrenechen, mestranda da UEPG, revela que 71% das notícias do portal Gazeta do Povo, de Curitiba, foram pautadas por postagens divulgadas no Twitter, no período de junho e julho de 2017. O resultado permitiu tensionar a concepção inicial da teoria do agendamento.

Dani Gurgel, mestre em Ciências da Comunicação pela ECA, estuda o espaço da música brasileira no Japão, em especial a música de nicho e trabalhos que não têm espaço no mercado nacional, no artigo Música brasileira no Japão: Novos Compositores em colaborações

Outros trabalhos desta edição da Novos Olhares são Partidas: luto, ritos e memória, A seleção de fontes via WhatsApp no BandNews Rio, 1ª edição, e os conceitos de participação, interação e acesso, Seriam os dados sublimes? Uma visita crítica à exibição The Glass Room, O processo de fruição do modificador-player no modelo de design audiovisual: um estudo de caso e País(es) que habito: conflitos e resiliências para um público atento.

Capa da nova edição da revista Novos Olhares