Sala Preta está com nova edição disponível

O Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas lançou a nova edição da revista Sala Preta. No volume 18, número 2, Elizabeth R. Azevedo e Sérgio de Carvalho, professores do Departamento de Artes Cênicas (CAC) assinam o editorial, após ter sido editada por Luiz Fernando Ramos e Sílvia Fernandes, ambos docentes do CAC, durante 18 anos.

Na seção Documento em Cena, Maria de Lourdes Rabetti, professora aposentada da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), introduz a publicação de uma entrevista com o diretor, teórico e cenógrafo Ruggero Jacobbi, realizada por ela em 1981.

A revista traz duas resenhas críticas: Odisseia que patina maneirista em belo achado, de Luiz Fernando Ramos, sobre o espetáculo Ítaca – nossa Odisseia 1, de Cristina Jatahy; e Quando Quebra Queima: a irrupção do sujeito político coletivo, de Ines Bushatsky, que propõe hipóteses para analisar a potencialidade de um acontecimento político em uma obra.

Além dos artigos das seções Dossiê, que aborda aspectos da encenação moderna no Brasil, e Sala Aberta, esta edição também traz homenagens a dois pensadores do teatro, Antônio Abujamra, diretor de teatro e ator, e Jacó Guinsburg, crítico de teatro falecido em outubro de 2018.


Capa da revista Sala Preta