Silvio Ferraz e Luis Afonso Montanha são eleitos para a chefia do CMU

Em votação realizada no dia 22 de fevereiro, Sílvio Ferraz de Mello Filho e Luís Antônio Eugênio Afonso foram eleitos para os cargos de chefe e vice-chefe do Departamento de Música (CMU), respectivamente, com mandato até fevereiro de 2021.

Sílvio Ferraz de Mello Filho é professor titular do CMU, onde ministra disciplinas nas áreas de composição, análise musical, criação e instrumentação e orquestração. Ingressou na ECA em 2014, após mais de dez anos como professor do Instituto de Artes da UNICAMP. Com graduação e mestrado em música pela ECA, é doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Atuamente, desenvolve pesquisas no campo da composição musical contemporânea, com ênfase no estudo das implicações do conceito de tempo na música do final do século X e século XXI. Desde 2017, é presidente da comissão de pesquisa da ECA. 

Luis Antonio Eugenio Afonso, ou Luis Afonso Montanha, como é mais conhecido, é doutor em performance pela UNICAMP e, desde 1992, é professor de clarinete e música de câmara no CMU, onde também é um dos coordenadores do Laboratório de Música Contemporânea: Performance e Criação, ao lado do próprio Silvio Ferraz e dos professores Ricardo Bologna e Eliane Tokeshi. Tem também grande atuação como solista e camerista, apresentando-se no Brasil, Europa e Estados Unidos, com repertório dos séculos XX e XXI para clarinete e clarone. É ganhador, como solista, do Prêmio Eldorado de Música (1993) e do Prêmio Esso de Música (Holanda, 1996), entre outros.


Silvio Ferraz (esq.) e Luis Afonso Montanha (dir.) foram reeleitos, respectivamente, chefe e vice-chefe do CMU. Fotos: Carlos Rennó e Cecília Bastos