Projetos de Pesquisa

(171 resultados) Download como CSV

Data de SubmissãoDocenteordenar íconesTítuloSúmulaLink ver
27/08/2011Hugo Fernando Salinas Fortes JúniorRelações entre Publicidade, Design e ArteEste projeto visa estabelecer um diálogo entre as áreas de artes visuais, design e publicidade, identificando seus pontos de contato e diferenças. A arte contemporânea muitas vezes incorpora procedimentos e imagens oriundas da comunicação de massa e do design, o que também ocorre no sentido contrário. Identificar estes pontos de contato entre as áreas, utilizando para isso o levantamento histórico de profissionais que atuaram tanto no campo do design e da publicidade, como no da arte, é o principal objetivo deste projeto.. ver
14/07/2011Irene de Araujo MachadoPerformance dos diagramas argumentativos em textos comunicacionaisO projeto propõe elaborar formulações teóricas sobre a construção da argumentação em textos comunicacionais, a partir das análises realizadas em experimento anterior,quando se observou a constituição da argumentação gráfica na comunicação da ciência. Parte-se da hipótese de que o processo de transformação da informação em comunicação é, por natureza, dinâmico; todavia, isso não significa que diferentes esferas de usos dos signos resultem em diferentes procedimentos. Tanto as descobertas científicas quanto as enunciações de eventos cotidianos resultam de formulações dos sistemas de signos em circulação na cultura. Por conseguinte, as necessidades comunicativas resultam das demandas geradas pela própria informação que, uma vez constituídas, tornam-se instrumentos intelectuais de pensamento (argumentos e/ou diagramas) que não se reduzem a recursos expressivos de uma determinada formação ideológica. Na verdade, os processos intelectuais e suas ferramentas são mecanismos de uma razão dialógica. Acredita-se, por conseguinte, que é da natureza da comunicação, entendida como fenômeno evolutivo da cultura, operar a semiose da linguagem para que os mecanismos de elaboração do raciocínio encontrem a manifestação adequada ao pensamento. Propõe-se, assim, que os instrumentos teóricos desenvolvidos pela semiótica tornem-se ferramentas conceituais e metodológicas capazes de: (1) sistematizar os conhecimentos sobre a argumentação em contextos comunicacionais;(2)explorar o pragmatismo como teoria do uso dos signos em processo de semiose e não apenas como teoria de uso da linguagem verbal; (3) distinguir a retórica - [dis-] e [per]suasiva – do raciocínio pragmático; (4) explicitar a relação dialógica entre informação / argumentação / comunicação na cultura de meios.ver
14/09/2011Ismar de Oliveira SoaresO "fenômeno educomunicativo" enquanto pensamento e prática social, no contexto da relação entre universidade e sociedade civil.O presente projeto dá continuidade à proposta de pesquisa em andamento, intitulada "EDUCOMUNICAÇÃO COMO ÁREA DE INTERVENÇÃO EM ESPAÇOS EDUCATIVOS", levando em conta que o objeto de estudo - que perfaz uma estreita relação entre pesquisa, extensão universitária e graduação - encontra-se, no momento, em franco desenvolvimento com a criação da Licenciatura em Educomunicação pela ECA/USP.No caso, a presente pesquisa amplia os objetivos da primeira, ao assumir como meta a identificação das condições mediante as quais o conceito da educomunicação foi semantizado entre o final dos anos de 1990 e os inícios dos anos 2000, observando e registrando as articulações que se estabeleceram entre as áreas da pesquisa, extensão cultural e graduação, tendo como meta a busca de explicação quer para a legitimidade acadêmica alcançada pelo conceito, quer por sua acolhida junto às políticas públicas que definem as práticas sociais no âmbito da interface comunicação/educação. Para tanto, o presente projeto de investigação tomará como base os resultados das pesquisas que se propuseram observar o campo epistemológico da educomunicação e suas práticas, resgatando a trajetória do NCE-USP em seus programas de cultura e extensão, entre os anos de 2001 e 2010, identificando, finalmente, a contribuição deste caminho experiencial para a construção e aprovação do programa de formação do profissional da educomunicação, mediante a Licenciatura em Educomunicação.ver
14/07/2011Ivan Cláudio Pereira SiqueiraInformation Literacy - Saberes do século XXIObjetivos: Estudar a emergência da information literacy no contexto da web e das tecnologias digitais, visando a estabelecer pesquisas no CBD-ECA/USP permeável às potencialidades educativas das TICs e ao desafio das necessidades de aprender a aprender continuamente.. ver
14/07/2011Ivete PierucciniAprender a informar-se: dispositivos informacionais dialógicos, pesquisa e construção de conhecimentoO projeto “Aprender a informar-se: dispositivos informacionais dialógicos e a busca significativa” faz parte das ações desenvolvidas por equipe de pesquisadores do Colaboratório de Infoeducação – COLABORI -, da ECA/USP, que visam à construção de referenciais teórico-metodológicos necessários ao desenvolvimento do campo da Infoeducação, compreendida como abordagem diferenciada das relaçòes entre Informação e Educação na contemporaneidade. Nesse quadro, o presente projeto tem em foco a questão da pesquisa, como processo indispensável à construção de conhecimento, em diferentes contextos educativos. Saber buscar informação, pesquisar, desenvolver o espírito e a autonomia investigativos são aspectos centrais nos processos de construção de conhecimento. Sem eles, o sujeito não consegue apropriar-se das informações necessárias à construção de saberes, nem desenvolver atitudes de interesse em conhecer, mesmo se exposto aos diferentes produtos informacionais, tais como livros, revistas, filmes, sites educativos... Sem se interessar e saber buscar informação, a maioria dos sujeitos perde-se em suas tramas, não podendo apropriar-se nem da memória, nem dos saberes de seu tempo. Está incapacitado, portanto, para ler o passado, inventar e projetar o futuro. No quadro de explosão de informações que caracteriza nosso tempo, pesquisar, porém, traz inusitadas e sérias questões, sobretudo em se tratando de crianças e jovens. O chamado dilúvio informacional é uma realidade que afeta a todos e cujo enfrentamento exige tanto novas propostas educacionais, implicando saberes e fazeres (informacionais), nos quais se inclui um novo enfoque para a pesquisa informacional, quanto novas abordagens para o tratamento dos ambientes informacionais em geral, compreendidos como instâncias de mediação e apropriação cultural. O projeto objetiva construção de referencias conceituais e metodológicos implicados nos processos e práticas de pesquisa em ambientes educativos, comprometidos com processos socioculturais de apropriação de informação e cultura em nossa época.ver
14/07/2011Ivete PierucciniOrdem informacional dialógica: contribuições à definição de um conceitoA pesquisa tem como foco o desenvolvimento do conceito de ordem informacional dialógica, a partir do exame de suas relações com práticas de mediação cultural em dispositivos de informação, tendo em vista a construção de referências conceituais e metodológicas necessárias a processos socioculturais de apropriação de conhecimento. Nesse sentido, de modo específico, o estudo visa à sistematização de processos e procedimentos de mediação cultural dialógica, na Estação Memória, ambiente de informação e cultura, de caráter intergeracional, criado na Universidade de São Paulo, pelo Prof. Dr. Edmir Perrotti, a partir de premissas com foco na dialogia (Bahktin). Tendo como objetivo as trocas culturais intergeracionais, a Estação, de modo sistemático e permanente, coleta, trata e organiza relatos de experiência de vida de pessoas idosas, elaborando produtos informacionais e promovendo encontros entre velhos, crianças e jovens, para esse fim. O método utilizado neste trabalho é, pois, o da pesquisa colaborativa, compreendida como ato de construção de conhecimento, nascido de interconexões dinâmicas e críticas entre saberes científicos e saberes da ação. A investigação, realizada a partir do estudo de práticas culturais desenvolvidas na Estação Memória, desde 1997, conta com a participação da pesquisadora responsável por este projeto, de mediadores culturais profissionais e de participantes de diferentes idades que participam das atividades, realizadas semanalmente, na ECA/USP. ver
14/07/2011Johanna Wilhelmina SmitO acesso à informação, os sistemas de recuperação da informação e a memória socialO projeto se propõe a, dentro do contexto da interdisciplinaridade comumente associada à Ciência da Informação, analisar o domínio desta através da análise de dois conceitos centrais da área, a saber a questão da organização da informação e seu corolário, ou seja, o acesso à informação propiciado pelos sistemas de recuperação da informação. A reflexão sobre as questões acima enunciadas terá por pano de fundo uma análise dos diferentes conceitos de memória, inserindo desta forma a discussão no quadro geral dos mecanismos culturais de guarda e socialização da memória construída pelo homem. Fundamentação teórica O acesso à informação, resultado concreto das atividades que compõem o campo da Ciência da Informação, é freqüentemente apresentado pela bibliografia como conseqüência direta da organização da informação. A relação que pode ser estabelecida entre a organização da informação e o acesso à mesma deve ser problematizada e matizada, em função da variedade de cenários e contextos nos quais ocorre, lembrando-se a importância seminal da organização da informação no escopo da Ciência da Informação. Consideramos, neste projeto, que a organização da informação compõe o núcleo específico da Ciência da Informação ao conferir a esta sua identidade, na medida em que os procedimentos nela envolvidos são próprios da área e não são compartilhados com outras áreas do conhecimento. Em resumo, propomos discutir a função da organização da informação numa visão de memória social, correlacionando esta às condições nas quais se dá sua ativação.ver
29/08/2011José Roberto Ferreira CintraConstruções narrativas em João Moreira Salles e Eduardo CoutinhoDois diretores de documentários se consagraram como os mais importantes do cinema documental do Brasil nas duas últimas décadas: João Moreira Salles e Eduardo Coutinho. Os processos de criação de cada um deles se tornaram referência para as novas gerações de documentaristas. Localizar pontos de semelhança e de oposição nas construções narrativas de cada um deles, apontar aquilo que os distingue como cineastas originais; entender os arcabouços técnicos utilizados e os contextos teóricos envolvidos; são recortes temáticos que podem contribuir para a formação dos alunos que se preparam para realizar seus próprios documentários nas disciplinas finais do curso de Jornalismo do CJE. ver
18/10/2011João Paulo Amaral Schlittler SilvaWebsite do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA USP O projeto tem como objetivo a difusão na internet da produção audiovisual, atividades, informações do Departamento de Rádio, Cinema e Televisão da Escola de Comunicações e Artes da USP. A atualização de notícias de eventos, projetos de pesquisa com ênfase em conteúdo audiovisual digital, permite dar continuidade ao projeto AVTV do programa Ensinar com Pesquisa que possibilitou a criação do website do Curso Superior do Audiovisual. Levar em conta um público mais amplo é algo novo no curso, pois a exibição da maior parte dos exercícios realizados ao longo da graduação se restringe aos próprios alunos do departamento e, no caso de curtas-metragens dos trabalhos de conclusão de curso, a festivais universitários. Com a transmissão de programas através do Canal Online do Curso Superior do Audiovisual, o AV TV, os produtores-estudantes conseguirão analisar a repercussão de seu trabalho através de fóruns e enquetes, onde poderão discutir e trocar opiniões com espectadores. A internet como meio global de comunicação, possibilita a divulgação universal da produção acadêmica, das atividades de cultura e extensão, das atividades de pesquisa, sendo de extrema importância a constante atualização do conteúdo do website ao se considerar o dinamismo deste meio. O site atualmente programado em HTML será convertido para Word Press que possui uma interface bastante acessível, facilitando a atualização dos dados. ver
14/07/2011Leandro Leonardo BatistaO uso de medo em campanhas públicas de trânsito dirigidas aos motociclistas.Resumo do projeto: O projeto envolve o estudo do uso da chamada “propaganda de choque/ medo”, i.e., aquele tipo de propaganda cujo objetivo é alarmar o receptor sobre algum perigo, em geral ligado a um comportamento (como por exemplo beber e dirigir, consumir drogas, prevenção de doenças) e, que para causar este alarme, faz uso de conteúdos com forte apelo emocional que causam um forte impacto no público-alvo. Não foi possível identificar nenhum estudo (experimental ou não) sobre o tema no Brasil. Existem dados de outros países publicados na literatura da área, mas estes são inconclusivos e relacionados a uma cultura diversa da nossa. Alem do que, novos desenvolvimentos teóricos aguçam a curiosidade científica, como por exemplo, o uso de “negative priming”, i.e., uma forma de divergir a atenção de estímulos ligados aos comportamentos indesejados. Este tema está relacionado às preocupações mais atuais dos efeitos associados às características de consumo da nossa sociedade, principalmente onde o risco de saúde seja alarmante como é o caso dos motoboys (mas poderia ser o consumo de fast food, por exemplo) . Esta população faz hoje parte de duas pontas do problema. Por um lado a economia da cidade de São Paulo depende muito da atuação rápida e eficiente deste segmento (seja para comer ou trabalhar) e por outro existe uma verdadeira batalha entre a urgência imposta a estes trabalhadores e os demais elementos que formam o trânsito em São Paulo. Desta forma o projeto buscará dentro das mais avançadas técnicas de comunicação, principalmente do uso da chamada “móbile” comunicação (Internet, celulares, etc.) desenvolver e testar peças publicitárias que abordem as arestas mais salientes do problema, tomando como base a literatura mais atualizada da área.ver
14/07/2011Lisbeth Ruth Rebollo GoncalvesLugares e Modos Críticos da Arte Contemporânea nos MuseusConsiderando-se os princípios da Crítica de Arte legados pelo passado e suas transformações presentes, a pesquisa que propomos visa discutir a situação atual da Crítica de Arte Contemporânea, isto é, os lugares de manifestação e os modos de realização críticos, diante da ameaça de perda de função e de legitimidade da Crítica. Serão observados, especialmente, as exposições e ações nos Museus de Arte Contemporâneaver
01/09/2011Lisbeth Ruth Rebollo gonçalvesCrítica e Curadoria em Museus e BienaisNeste projeto temático, o enfoque privilegia a abordagem da Crítica de Arte e da Curadoria, tomando como espaço de observação as mostras em museus e bienais, com a participação de pesquisadores do campo da História (FFLCH/USP), Prof.Dr. Francisco Alambert, e da Arquitetura (FAU/USP),Prof. Dr. Rodrigo Queiroz. O projeto vincula-se à área de Teoria e Crítica de Arte do Programa Interunidades de Pós-Graduação em Estética e História da Arte. Como fundamentos para o estudo das dimensões de articulação entre a Crítica e a Curadoria, serão tomadas as perspectivas da História da Arte, Estética, Sociologia da Arte. Está entre os objetivos da pesquisa, o propósito de estabelecer comparações sobe a situação atual nos campos da crítica e curadoria em artes visuais e arquitetura, observando as exposições destes campos. ver
31/08/2011Luciana Sayure ShimabucoA Obra para Piano Solo de Cyro Pereira: revisão musicológica, editoração e edição críticaO projeto apresenta como resultado a primeira edição da obra integral para piano solo do compositor Cyro Pereira, abarcando um total de 40 peças compostas entre 1948 e 2001 e organizadas em 16 peças avulsas e 24 peças reunidas em 6 ciclos. A edição resultante disponibiliza um texto musical fiel às intenções do compositor, acompanhado de aparato crítico que - fundamentado tanto em procedimentos analíticos quanto em consultas presenciais ao compositor - justifica as intervenções editoriais que se fizeram necessárias. O projeto atingiu os objetivos inicialmente propostos, a saber: 1)Levantamento e catálogo das obras pianísticas com informações extraídas de fontes primárias (manuscritos e depoimentos do compositor), 2)Revisão das obras, fundamentada em procedimentos analíticos e em orientações do próprio compositor, 3)Editoração das partituras por meio do software de editoração musical Finale (versão 2008), 4)Edição crítica sustentada no estudo e análise dos materias musicais empregados pelo compositor. ver
14/07/2011Luciana Sayure ShimabucoCorrelações e articulações entre escritura e performance: uma investigação sobre os Estudos para Piano de György LigetiO presente projeto propõe investigar as relações de reciprocidade entre escritura e performance em obras selecionadas, a saber: os Estudos para Piano de György Ligeti. Para tanto, pretende, inicialmente, fundamentar a correlação entre escritura e performance, enfatizando o fato de que ambas são instâncias musicais intimamente imbricadas, que possuem relevâncias equivalentes e não hierarquizadas e que se condicionam mutuamente. A partir disso, e acatando os Estudos de Ligeti como objeto de estudo, reconhecerá aspectos que testemunham esse vínculo, por meio de duas indagações: (1) Como fatores de performance sub-determinam a escritu ra (2) Como a escritura e a notação sub-determinam a performance. A primeira indagação será abordada por meio de estratégias tais como o estudo do pensamento composicional de Ligeti em busca de testemunhos da consideração de fatores de performance em seu processo composicional, o reconhecimento de aspectos musicais fundamentalmente performativos que estimularam a composição destas peças e a comparação entre partituras manuscritas e suas respectivas partituras impressas, na busca pelo reconhecimento de adequações realizadas pelo compositor e destinadas a promover maior efetividade na performance. A segunda indagação observará as partituras com vistas a suas implicações de performance enquanto promotoras não de resultados unívocos e rigorosamente pré-determinados, mas sim de múltiplas soluções. Para tanto, serão efetuados o estudo técnico-pianístico destas obras - com o reconhecimento de aspectos como ambigu idades notacionais e complexidades técnico-instrumentais -, desenvolvimento de estratégias de aprendizagem e preparo das performances e a observação de diversas gravações que oferecem diferentes resultados para uma mesma prescrição notacional.ver
29/10/2011Lucilene CuryO Mundo Digital e sua relação com os aspectos Cognitivos do Sujeito O Grupo Cibernética Pedagógica - LLD - abriga os projetos citados, com resultados já apresentados em congressos e, desde o início de 2011, vem tratando de estabelecer novos temas para desenvolvimento dos estudos, principalmente os relacionados à questão da cognição nos seus vários aspectos, incluindo os cerebrais, num contexto interdisciplinar. ver
14/07/2011Lucilene CuryAtalhos para a Inclusão Digital O Projeto foi finalizado e seu objetivo era o de encontrar bases iniciais para o trabalho do Grupo Cibernética Pedagógicaver
14/07/2011Lucilene CuryCibernética Pedagógica – Laboratório de Linguagens Digitais – LLD. Responsável: Profa. Dra. Lucilene Cury – Líder do Grupo.No âmbito das interfaces que se estabelecem entre a educação, a ciência, a cultura e a comunicação, sob o signo da sociedade do conhecimento, que enfatiza uma maior interdependência entre elas, este projeto de pesquisa (que tem a marca do universo digital) foi iniciado em 2008 para disponibilizar, de maneira aberta, o conteúdo das disciplinas que compõem as habilitações do curso de Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da USP, continuou em desenvolvimento durante o ano de 2010 e propõe-se a continuar pelos anos de 2011 e 2012, para elaboração de um site/portal que apresente, de maneira científico acadêmica, os trabalhos do Grupo de Pesquisa do CCA/ECA/USP - Cibernética Pedagógica – Laboratório de Linguagens Digitais – LLD. Objeto e perspectiva teórica: a base do estudo é o conhecimento na sociedade do conhecimento, ou seja, como ele se configura no momento atual, tanto do ponto de vista da sua gênese, quanto da sua acessibilidade. Em pauta figuram o pensamento complexo, a globalização, os saberes locais e a educação científica, de maneira prioritária. Metodologia utilizada: inicialmente foram escolhidas as Universidades (nacionais e internacionais) que serviram de amostra para a coleta de dados nos seus respectivos sites. Em seguida foram realizadas a análise e a interpretação dos dados obtidos para elaboração do design gráfico do site/portal. Foram selecionados os conteúdos e organizado o material, para ser o primeiro trabalho apresentado no PORTLAB, coordenado pelo Laboratório de Linguagens Digitais – LLD – e deverá ser ampliado, no que diz respeito às atividades de pesquisa do Grupo. Prepara-se uma apresentação com design gráfico e especificidades visuais que atendam aos critérios de usabilidade disponíveis, incluindo testes de laboratório em parceria com o CPqD (Campinas), etapa atual do Projeto, sob responsabilidade da Mestranda e Pesquisadora do grupo Edilaine Heleodoro Félix. Uma vez pronto e colocado na WEB pela ECA, sua atualização contínua deverá ser feita pelo Mestrando e Pesquisador do Grupo: Douglas Gregório Miguel, durante seu trabalho no Laboratório. Ao mesmo tempo, programa-se a etapa de verificação dos resultados sobre a compreensão e satisfação com o Portal por parte dos usuários, com a colaboração da Pesquisadora Lígia Capobianco, participante do Grupo (Mestre). O objetivo geral da pesquisa sobre o Portal do Laboratório de Linguagens Digitais LLD (PORTLAB) é levantar dados que permitam ampliar a interatividade/interação que venham a ser geradas pelo Portal, de acordo com o modelo conceitual utilizado para a elaboração do mesmo. Os objetivos específicos são: Demonstrar os processos de interação e interatividades presenciais e virtuais; Indicar ações para otimizar o portal e facilitar sua navegação; Garantir que as pessoas encontrem as informações facilmente, pesquisem e explorem seu conhecimento. Justifica-se essa investigação pela possibilidade de demonstrar como ocorre a apropriação do conhecimento por meio dos recursos das novas tecnologias. As informações obtidas pela pesquisa visam aumentar a interação/interatividade do portal, atender às solicitações dos visitantes e apresentar ideias para que o portal seja uma fonte importante de conhecimento. Serão pesquisados dados sobre: A página inicial: quantidade de acessos (numéricos) Leitura das seções (links, artigos, notícias) Utilização das informações Recursos x Quantidade de pessoas atendidas Facilidade de localização de conteúdos •Padronização visual Outros recursos solicitados pelos visitantes do portal. Resultados esperados: Os primeiros resultados já foram apresentados em Relatórios realizados pelo bolsista Bhakta Krpa das Santos para a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo, bem como em Congresso Internacional de Comunicação, Media e Cognição, em Braga -Portugal (publicado em julho de 2010). Durante o Seminário de Pesquisa realizado na Escola de Comunicações e Artes da USP CRP – I Pró-Pesq. foi feita a exposição dos trabalhos desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa CNPq – Cibernética Pedagógica - Laboratório de Linguagens Digitais LLD e foi possível apresentar dados sobre o projeto em desenvolvimento, no que diz respeito à coleta e organização dos dados que compõem o conteúdo do site, juntamente com aluno Luiz Roberto de Almeida, bolsista do projeto (Aprender com Cultura e Extensão). Foi publicado em dezembro de 2010, em formato e-book. Espera-se para este ano de 2011 a finalização da Dissertação de Mestrado da Pós-Graduanda Edilaine Heleodoro Félix, que apresentará o site/portal do Grupo de Pesquisa CNPq – Cibernética Pedagógica – LLD. Com o intuito de publicar os trabalhos de Pesquisa e Extensão do Grupo, o Portal estará em contínua manutenção, de forma a interagir com outros pesquisadores e tornar o conhecimento acessível a todos os interessados, num processo de conhecimento coletivo, base do trabalho proposto. A participação dos usuários é de grande importância e interesse para a pesquisa em desenvolvimento, no sentido de estudar o aspecto cognitivo do Sujeito em relação ao mundo digital, o que levará a uma pesquisa de recepção sobre o portal, que alimentará suas sucessivas atualizações. ver
14/07/2011Lucilene CuryO Conhecimento Científico: da Universidade para a Sociedade O Projeto teve por objetivo fazer a divulgação da pesquisa científica realizada na FMV da USP, envolvendo alimentos e enfatizou sua importância para a sociedade. ver
29/10/2011Lucilene Cury (membro da ECA no Projeto Interdisciplinar e Interunidades da USP)Em criação por parte do Grupo do HC - Neuro. O Projeto, em discussão durante o 2º. Semestre de 2011, tem por objetivo tratar da questão cerebral através de diversas áreas do conhecimento, incluindo a Comunicação/Educação. ver
14/07/2011Luiz Guilherme de Carvalho AntunesO Futuro da Escola: uso de ferramentas de comunidades online para ensino à distância e inclusão digitalAs tecnologias digitais não são antagônicas ao magistério. Muito pelo contrário, elas podem finalmente libertar o professor da tarefa inglória de transmitir informação. Boa parte da atividade didática hoje em dia consiste em repetir conceitos para novos alunos. Mesmo que pesquise e inove, o professor não pode deixar de fundamentar o que diz. Quando o aluno finalmente está a par do tema e pronto para sua discussão, o curso acaba e o professor não tem a oportunidade de compartilhar sua experiência, se tornando um mero repetidor de conceitos. Não é de se espantar que, à medida que aumenta a experiência em sala de aula, o interesse diminui. Não deveria ser assim. Em vez de tentar combater o uso da Internet e de seus serviços – processo provavelmente frustrante, contraproducente e, em última instancia, prejudicial ao aluno – o professor deve agir como os profissionais experientes e os sábios das comunidades antigas e permitir a seus alunos que tragam as informações, enquanto se empenham em lhes transmitir critério. Nesse cenário, a abundância de conteúdo disponível na Internet pode se tornar um grande auxiliar. Mas para isso é necessário compreender as ferramentas colaborativas em vez de combatê-las. Se seu uso for adequado, o aluno empenhará parte de seu tempo fora da sala de aula a pesquisar conceitos e gerar conteúdo, disponibilizando o resultado de suas pesquisas para a discussão com os colegas e avaliação criteriosa de seu professor. Esses resultados ficam disponíveis para a análise de outras turmas e para a educação remota. A cada ano, mais material é agregado ao conjunto de conteúdo, o que faz com que a aula se torne cada vez menos expositiva e mais debatida, portanto mais interessante para professores e alunos ao longo do tempo. Minha pesquisa busca a identificação e divulgação de ferramentas de software livre e código aberto que possam ser usadas para o desenvolvimento de projetos de inclusão digital e ensino à distância com baixo custo, fácil aprendizado e grande abrangência. ver
29/08/2011Luís Fernando Angerami RamosFLUXOS CRIATIVOS AUDIOVISUAIS: interações entre texto, imagem e som no processo de elaboração de uma obra audiovisual.O projeto tem como objetivo central pesquisar diferentes caminhos de interação entre a palavra, a imagem e o som na elaboração de uma obra audiovisual. Numa primeira linha de investigação partiu-se do texto poético como motor da criação audiovisual. Essa etapa teve início com uma experiência coletiva com a participação de 40 pessoas (artistas plásticos e profissionais de diferentes áreas) que assumiram o desafio de praticar uma intervenção plástica (desenho, pintura, escultura, fotografia, bordado, instalação ou performance) tendo como fonte de inspiração um poema previamente selecionado. Os relatos dos processos criativos e o conjunto de intervenções geraram um documentário em vídeo, intitulado Operação Plástica, que resulta na criação de uma terceira expressão artística, superando a idéia de ilustração e travando um diálogo original entre a palavra e a imagem. Como decorrência dessa linha de investigação, pretende-se desenvolver a produção de videopoemas como objetos de pesquisa de linguagem e formatação de conteúdos audiovisuais de curta duração. Numa segunda linha de investigação, que ora se inicia, caminha-se em uma direção oposta no processo de gênese da obra audiovisual. Tendo como base um conjunto de imagens, busca-se, numa primeira etapa, extrair uma organização visual e a partir dela estimular a criação verbal e sonora na elaboração de uma obra audiovisual. Essa etapa, intitulada Conversando com Fotos, está na fase inicial de pesquisa de imagens tendo como base acervos fotográficos cujas temáticas são imagens de pessoas, de cidades e de natureza, captadas em diferentes países. ver
08/11/2011Lúcia Maciel Barbosa de OliveiraCultura e Cidade: dinâmicas culturais contemporâneasO projeto tem como principal objetivo o desenvolvimento de uma plataforma sobre o tema ‘cultura e cidade: dinâmicas culturais contemporâneas’, a fim de promover debates e reflexões, fornecer dados e links, facilitar o intercâmbio cultural e publicar textos, por meio dos recursos oferecidos pela internet sobre a interface Cultura e Cidade.ver
31/08/2011Marcelo dos SantosEstudo e Aplicação do Ciclo Informacional nos Processos de Organização e Recuperação de Informações Clínicas no Contexto da Radiologia MédicaO presente projeto de pesquisa propõe elementos para concepção e gestão de serviços especializados de informação em ambientes eletrônicos, especialmente aqueles serviços que atendem profissionais de diversas especialidades e com diferentes perspectivas de uso da informação. A proposta de investigação tem como ponto de partida a análise do ciclo de informações de um Departamento de Radiologia para propor reflexões sobre os sistemas de recuperação de informações clínicas, tendo como base os princípios de compartilhamento e uso de informações que normalmente estão dispersas em subsistemas específicos. A partir da análise do ciclo informacional, objetiva-se garantir a disponibilidade de uma infraestrutura necessária para que equipes da área Médica possam dispor de informações, em tempo real, para análise integrada do estado clínico do paciente. Para tanto, a investigação é conduzida a partir de referencial teórico da Ciência da Informação e áreas correlatas, no que se refere ao estudo do ciclo informacional, bem como os princípios de organização e gestão da informação. No desenvolvimento deste projeto de pesquisa, ainda, pretende-se aplicar e refletir sobre os conceitos propostos pela arquitetura da informação, a partir do oferecimento de instrumentos para uso no ambiente onde a pesquisa será desenvolvida.ver
31/08/2011Marcelo dos SantosAmbiente Multicêntrico para Avaliação de Algoritmos de Processamento de Imagens Médicas Constantemente, uma variedade de novos métodos de processamento de imagens (algoritmos) é apresentada à comunidade. Porém, poucos destes têm sido inseridos, com sucesso, na rotina clínica. A análise e comparação de diferentes abordagens por meio de uma mesma metodologia são essenciais para a qualificação do projeto de um algoritmo. Contudo, é difícil comparar o desempenho e adequabilidade de diferentes algoritmos de uma mesma maneira. A razão principal deve-se à dificuldade de avaliar exaustivamente um algoritmo, ou pelo menos, testá-lo num conjunto abrangente e diversificado de casos clínicos. Muitas áreas, como o desenvolvimento de software e treinamentos em Medicina, necessitam de um conjunto diverso e abrangente de dados sobre imagens e informações associadas. Tais conjuntos podem ser utilizados para desenvolver, testar e avaliar novos softwares clínicos. Esta proposta apresenta um plano de ações completo para implantação de um ambiente multicêntrico de base de imagens médicas de diferentes modalidades para uso em diferentes propósitos. Um dos objetivos desta proposta é que este ambiente -- implementado como uma arquitetura de base distribuída de imagens -- armazene imagens médicas com informações de aquisição, laudos, algoritmos de processamento de imagens, gold standards e imagens pós-processadas. O ambiente ainda possui um modelo de revisão por pares que assegura a qualidade dos conjuntos de dados que serão utilizados nos processos de avaliação. O desenvolvimento deste projeto representa a continuidade do trabalho de doutorado de Marcelo dos Santos, bem como a concretização dos resultados obtidos com o protótipo durante o desenvolvimento da tese. A partir desses resultados, pretende-se oferecer meios para realizar avaliações mais abrangentes, bem como, reunir diferentes abordagens utilizadas no processo de avaliação de algoritmos de processamento de imagens médicas.ver
31/08/2011Marcelo dos SantosEstudos de Gestão e Organização de Serviço de Informação em Ambientes Eletrônicos Os processos de produção, tratamento e disseminação da informação têm sido temas amplamente discutidos nos dias atuais, quando se constata a mudança de paradigma da posse da informação para o acesso a esta nas diferentes áreas do conhecimento. Um desafio instigante consiste em oferecer um serviço de informação que seja adaptável ao contexto, necessidades e interesses dos usuários, de modo que estes possam explorar eficientemente os conjuntos de informação, visando ampla e consistente apropriação do conhecimento. Visando contribuições para repensar o planejamento, a organização, o acesso e o melhor uso das informações em ambientes eletrônicos, este projeto apresenta a proposta de criação de um ambiente para desenvolvimento de estudos de gestão de serviços de informação, com suporte e mediação baseados em tecnologias de informação e comunicação. Especificamente, pretende-se que este ambiente proporcione condições para reflexões e aplicação de teorias, simultaneamente ao desenvolvimento de atividades práticas de organização, representação, busca e recuperação de informações (ou documentos) em serviços de armazenamento e disseminação de informação em diferentes áreas. Do ponto de vista prático, pretende-se aplicar as teorias da Ciência da Informação e Documentação no projeto de um serviço de informação destinado à área Médica (Serviço de Radiologia). O intuito de aplicar tais teorias neste serviço é suscitar algumas das principais características intrínsecas dos serviços de informação destinados à área Médica, onde são exigidas ações diferenciadas em termos de planejamento, organização, gerenciamento de recursos humanos, serviços oferecidos, atendimento aos usuários e políticas de acesso e uso das informações. De modo especial, a Radiologia Médica mostra-se como um caso adequado por oferecer potencial de aplicabilidade teórico-metodológica de conceitos fundamentais de praticamente todas as disciplinas do curso de Biblioteconomia e Documentação.ver
14/07/2011Marco Francesco Butiir, passar, ficar Este projeto está em desenvolvimento. O trabalho ir, passar, ficar iniciou em algum momento do 2º semestre de 1992. Em 1996 passou a incorporar também fotografias, em 1997 surgiu o título. Não tem data prevista nem desejo de conclusão. Não se seguem metodologias, não existe divisão entre fazer e pensar, nem entre projeto e execução. O ritmo é irregular, intercalado com outros projetos. ir são gravuras em metal e fotografias a cores baseadas na reação do olhar ao lugar onde me encontro; passar são fotos de minha autoria gravadas em chapas de ferro livremente oxidadas; ficar são gravuras em metal a partir dos desenhos formados pela luz nos espaços interiores de minha casa. Como todos os outros projetos, seria melhor representado por imagens.ver
14/07/2011Marco Francesco ButibrevêAsas de aeromodelo em madeira balsa com imagensver
14/07/2011Marco Francesco ButiProjeto de pesquisa - HUTentativa de exposição permanente de trabalhos artísticos de alunos do cap nas dependências do HU. Desativado em função das dificuldades de interpretação por parte de alguns funcionários do hospital.ver
14/07/2011Marco Francesco ButireclipseInstalação retomando "eclipse" de 2007, em duas salas: uma escura , outra iluminada. Inclui mesas de bar usadas gravadas, luminoso em neon azul com a palavra dú-vida piscando alternadamente, fotografias apresentadas em tela de computador. Poderá ainda ser reapresentada.ver
25/08/2011Marcos Luiz MucheroniRedes Sociais, Ontologias e Comunicação CientíficaEste trabalho terá inicialmente um desenvolvimento redes sociais em geral, em especial redes temáticas em domínios científicas e suas tecnologias emergentes (TIs, TICs) para construir modelos que incluam a publicação científica, as redes de pesquisadores em determinados domínios e ontologias subjacentes a determinadas áreas. O uso de texto, som, vídeos e objetos educacionais é cada vez mais comum em diversos ambientes informacionais. As Redes Sociais são estruturas dinâmicas e complexas formadas por pessoas com valores e/ou objetivos em comum, interligadas de forma horizontal e predominantemente descentralizada. O objetivo inicial é desenvolver métodos e técnicas para fazer a análise das relações entre atores sociais, o que compõe uma Análise de Redes Sociais (SNA, Social Network Analisys). A utilização científica da perspectiva das redes para estudos em domínios já se encontra em andamento de organização destas áreas e deverão incluir ontologias. Também Olga Pombo demonstra esta passagem do ser ao saber. A documentação de produtos não-textuais, tais como: video, som e imagens é parte deste trabalho.ver
14/07/2011Margarida Maria Krohling KunschAs dimensões humana, instrumental e estratégica da comunicação organizacional: um estudo teórico aplicado.Com a nova geopolítica fomentada pelos fenômenos da globalização e da revolução tecnológica da informação e da comunicação, as organizações têm de enfrentar um novo cenário mundial, dominado por uma economia marcada por uma competição sem precedentes. Consequentemente, a sua comunicação deve assumir novas formas, deixando de ser uma função meramente técnica para ser eminentemente estratégica. Com o projeto, pretende-se contribuir para o avanço do campo científico e aplicado da comunicação organizacional no Brasil. O propósito é pensá-la dentro de uma perspectiva mais holística, enfocando-a em três dimensões: a humana, a instrumental e a estratégica. Trata-se de um projeto inovador e inédito, pela temática e pela metodologia a ser seguida. Com base na literatura nacional e internacional de comunicação organizacional foi feita uma criteriosa revisão do material indexado. Também foram analisados os enfoques predominantes do pensamento norte-americano, europeu e latino-americano sobre a comunicação organizacional. ver
14/07/2011Margarida Maria Krohling KunschPolíticas e estratégias de comunicação na gestão da sustentabilidade nas organizações públicas e privadas.O tema da sustentabilidade tem sido debatido exaustivamente ao redor do mundo e a necessidade da cooperação por parte de todas as organizações da sociedade civil nas esferas política, econômica e social é consenso nessas discussões. Diante da pressão social, as organizações tem incorporado a questão da sustentabilidade ao seu discurso. São ações que impactam diretamente na imagem da empresa e no seu negócio, mas que muitas vezes não chegam a fazer parte dos objetivos estratégicos e nem do dia-a-dia da organização, configurando um quadro de ações puramente mercadológicas. Se por um lado a comunicação é imprescindível para a disseminação dos valores, princípios e práticas sustentáveis, também se faz necessário verificar como seus gestores têm se preparado para essa prática e, como a própria organização enxerga a comunicação para a sustentabilidade, para além do foco promocional e publicitário. Por fim, neste projeto objetiva-se realizar o levantamento e indexação da produção bibliográfica voltada para a temática da comunicação organizacional e a gestão da sustentabilidade nas organizações, destacando as contribuições mais significativas para o objeto de estudo em questão e, ao fim do estudo, levar à publicação os resultados alcançados.ver
14/07/2011Maria Cristina Castilho CostaNúcleo de Apoio à Pesquisa em Comunicação e CensuraO Núcleo de Pesquisa em Comunicação e Censura foi criado e aprovado em 2010, reunindo pesquisadores em diferentes níveis acadêmicos que vão da Pré-Iniciação Científica ao Pós-Doutorado, os quais tem na censura o principal objeto de pesquisa. Tendo nascido a partir dos estudos dos documentos do Arquivo Miroel Silveira, sob guarda da Biblioteca da ECA/USP, contendo processos de censura prévia ao teatro, em São Paulo, de 1930 a 1970, hoje tem por objetivo investigar a censura na atualidade. Além disso, procura divulgar os documentos do referido Arquivo e dar apoio a uma discussão interinstitucional sobre a censura às comunicações e às artes.ver
14/07/2011Maria Cristina Castilho CostaProjeto Temático Comunicação e Censura - estudo teórico e documental dos processos censórios a partir do Arquivo Miroel SilveiraO Núcleo de Pesquisa em Comunicação e Censura, NPCC , reúne professores, pesquisadores e alunos que, com base nos documentos do Arquivo Miroel Silveira -processos de censura prévia ao teatro, provenientes do Departamnto de Diversões Públicas do ESP, estudam a censura às artes e às comunicações. Investigam também a repercussão da censura na sociedade e a participação da opinião pública nas decisões censórias. O acesso aos documentos do Arquivo e às infomações dos diferentes eixos do Projeto Temático é possível pelo endereço www.eca.usp.br/npcc.ver
14/07/2011Maria Cristina Palma MungioliA produção de sentido por meio da linguagem televisual: gêneros, temas e discursos na minissérie CapituPor meio do projeto ora proposto que se configura, em termos de realização, como a segunda etapa do projeto A produção de sentido por meio da linguagem televisual iniciado com o estudo da minissérie Queridos Amigos (Rede Globo, 2008), cujos resultados obtidos ao longo de dois anos de pesquisa foram apresentados em relatório, pretende-se dar continuidade à análise da produção de sentidos na linguagem televisual no gênero minissérie brasileira. Os resultados obtidos na primeira etapa (2008-2010) apontaram para a construção de um sentimento de nacionalidade baseado na construção da memória nacional a partir da abordagem ficcionalizada de fatos da história brasileira (resistência à ditadura militar implantada após o golpe de 1964; vida dos exilados políticos) e da abordagem de temas que poderiam ser resumidos por sua vinculação às transformações no papel feminino no casamento e na sociedade e por sua interlocução com transformações no cotidiano das relações afetivas advindas da luta pelo reconhecimento e aceitação das relações homossexuais. Dentro desse quadro, temas como relacionamentos amorosos destrutivos e fragmentados se imbricam com questões referentes à sexualidade (feminina, masculina, homossexual ou transexual) e nos sugere uma aproximação na segunda etapa ora proposta em que pretendemos abordar as relações amorosas, familiares e sociais na microssérie Capitu. Na última etapa dessa pesquisa, pretende-se, com base nos resultados dos estudos levados a cabo nas três etapas propostas do projeto A produção de sentido por meio da linguagem televisual, construir uma espécie de quadro comparativo envolvendo a produção de sentidos de nacionalidade e de sexualidade em duas produções televisuais brasileiras: a minissérie Queridos Amigos (Rede Globo 2008) e a microssérie Capitu (2008). Esse estudo nos ajudará a compreender algumas inter-relações do circuito comunicação-cultura e suas implicações na elaboração de uma imagem de Brasil e do povo brasileiro. O referencial para análise e discussões foi fornecido pela abordagem da Comunicação calcada nos Estudos Culturais e por procedimentos de Análise de Discurso (de origem francesa) e pelos estudos de Bakhtin (2002, 2003) acerca da linguagem e dos gêneros do discurso.ver
30/08/2011Maria Dora Genis MourãoA montagem cinematográfica na contemporaneidade audiovisualA pesquisa tem como objetivo refletir sobre o papel da montagem na produção audiovisual contemporânea, especialmente naquelas obras que resultam dos cruzamentos de campos estéticos. A reflexão sobre a montagem foi tema crucial em vários momentos da história e da teoria do cinema. Se bem a primeira idéia que surge quando se fala em montagem é sua vinculação a uma técnica cinematográfica (cortar e colar, seja fisicamente como antes, seja virtualmente como agora), a montagem vai muito alem disso. É o momento da construção do discurso. Para o teórico da montagem S.M.Eisenstein o cinema é uma arte genuinamente sintética, uma arte da síntese orgânica em sua própria essência . Partindo dessa premissa, e de que o cinema se constrói a partir das relações com outras formas de arte constituindo-se em uma síntese qualitativa delas, Eisenstein imprime à montagem um valor estético, alem de ideológico, diante da capacidade que a montagem tem de organizar esses códigos heterogêneos. A trajetória da produção cinematográfica se desenvolveu no decorrer da história por dois caminhos paralelos, caminhos esses que por vezes se cruzam e se influenciam: aquele da ILUSÃO DA RERESENTAÇÃO DA REALIDADE calcado no referente, e aquele do artifício que aponta para um REAL DO REFLEXO (em contraposição a uma impressão da realidade) e que refaz o referente transformando-o em imaginário. Esse imaginário que acompanha o cinema desde seu primórdio é ativado por criadores como Méliès e Eisenstein e retomado na contemporaneidade com as novas ferramentas de produção que estão a serviço da criatividade. No entanto, a vertente do cinema narrativo clássico vai ocupando seu espaço a ponto de Andre Bazin refletir sobre o fato de que rapidamente o cinema se volta para uma "total e completa representação da realidade, uma perfeita ilusão do mundo real em som, cor e relevo . Há uma obsessão realista que persegue a história do cinema, conjugada a uma obsessão narrativa. A montagem encontrará nessas duas vertentes formas diferenciadas de aplicação. O surgimento da tecnologia vídeo (primeiro analógico e depois digital) e as novas formas de produção colocam em pauta novamente questões de montagem. Seja pelo avanço da tecnologia que muda radicalmente o aparato (moviola versus computador), seja pelo aumento de possibilidades de manipulação de imagens e sons que a tecnologia digital coloca à disposição do realizador ampliando as possibilidades de escritura do filme. É nesse panorama que se pretende recuperar a importância da montagem como criadora de sentidos e como possível lugar de intersecção das várias formas e gêneros de expressão artística. ver
14/07/2011Maria Dora Genis MourãoRIVERS - ESTUDO DE NOVOS PROCESSOS DE MONTAGEM E EDIÇÃO COLABORATIVA E CAPTAÇÃO DE CONTEÚDO AUDIOVISUAL EM MÍDIA SÓLIDADescrição: O presente projeto de pesquisa tem como objetivo o estudo integrado de aplicação de novos processos de workflow de captação de imagens de alta definição em mídia sólida e de novos processos de montagem e edição colaborativa. Um dos produtos resultantes da pesquisa será a realização de um documentário em alta definição sobre o rio Amazonas. Tal iniciativa está vinculada ao Rivers Project: proposta de cooperação entre diferentes escolas de cinema de diversos continentes, que conta com o apoio do CILECT (Centre International de Liaison des Ecoles de Cinéma et Télévision). Ao todo são seis universidades envolvidas e cinco os rios a serem trabalhados: Mississipi (a cargo da University of South Carolina); Rio Grande (University of North Texas); Ganges (American University); Danúbio (as escolas Fakultet Dramskih Umetnosti, da Sérvia, e Vysoka Skola Muzickych Umeni, da Eslováquia); além do rio Amazonas que está sob a responsabilidade da Universidade de São Paulo. O conteúdo do filme procurará examinar as relações entre práticas culturais e o manejo da água num momento em que este tema ganha cada vez mais a atenção mundial. Outro produto da pesquisa será uma reflexão sobre como as novas propostas de edição e de captação de áudio e vídeo repercutem nos workflows de pré-produção, produção e pós-produção e incidem na estética e na linguagem do gênero documental. Mudanças nas tecnologias e workflows de produção e pós-produção alteraram profundamente as maneiras de se produzir documentários, desde a concepção do projeto até o compartilhamento de arquivos e métodos de distribuição do produto final. Essas alterações afetaram os sistemas de produção, o ensino de documentário e ampliaram o espectro da pesquisa. Nesse sentido, as mudanças tecnológicas precisam ser testadas, examinadas e pedagogicamente absorvidas. O objetivo do Rivers Project é utilizar uma produção colaborativa internacional como oportunidade para se trabalhar com várias universidades e, assim, testar conjuntame. ver
14/07/2011Maria Helena Franco de Araujo BastosLADCOR - Laboratório de Dramaturgia do CorpoO LADCOR – Laboratório de Dramaturgia do Corpo surge no segundo semestre de 2006. Desde então, vimos organizando em ensaios, espetáculos, intervenções urbanas pesquisas contemporâneas sobre o fazer criativo com a idéia de uma prontidão cênica a partir do que chamamos de escuta do corpo. O pensamento de uma escuta voltada para o corpo na relação com o espaço cênico é um conceito aqui criado para atender as necessidades de uma prontidão do artista do corpo nos processos que envolvem a criação e o fazer cênico. A dramaturgia do corpo não é uma embalagem que nasce pronta, e sim emerge de uma ação. Greiner (2005:81) reforça a dramaturgia como um estado de vertigem que paradoxalmente se dá a ver, por vezes, como algo estável e, à primeira vista, inteiro. No entanto, a sua própria natureza é a de viver à beira da dissolução. E mesmo assim, diante de tal precariedade, nada do que é feito parece estar fora do projeto evolutivo. A permanência está na aptidão do vivo para se organizar sempre em relação a algo ou alguém, na tentativa de manter vínculos de naturezas diversas (sonhos, afetos, ideais e assim por diante) e sobreviver. A geração de um estado corporal depende de uma coerência estabelecida entre o momento de uma determinada ação, o modo como provocamos esta ação no corpo e a percepção do espaço que está no entorno de toda esta ação. A pesquisa “práticateórica” evidencia que, tanto nos processos criativos como nos educacionais, todo procedimento requer atitude estética na relação com os espaços em que circulamos e com os outros com os quais convivemos. A hipótese principal é a de que a dança produz conhecimento a partir do fazer. É na ação que se estimulam conexões entre as estruturas de atividades corporais e operações cognitivas superiores (raciocínio, concentração, etc) Tal hipótese é amparada por pesquisas realizadas acerca da comunicação corporal, do sistema sensório-motor e da elaboração de metáforas (e. g: Lakoff e Johnson 1999, Thelen e Smith 1997, Katz e Greiner 2002). ver
14/07/2011Maria Immacolata Vassallo de LopesTelenovela brasileira: transmidiação e internacionalizaçãoO presente projeto pretende trabalhar com dois objetos de estudo. O primeiro é continuar desenvolvendo o projeto Obitel Internacional e consolidar seu protocolo teórico e metodológico. Esse trabalho já resultou na publicação de cinco livros: quatro Anuários Obitel 2007, 2008, 2009 e 2010 e do livro Ficção televisiva no Brasil: temas e perspectivas. O segundo objeto é uma temática que resulta das investigações que vimos realizando ao longo desta década e que agora passa a focar os traços específicos da telenovela brasileira, implicando a revisão da identidade nacional no cenário globalizado, na linha de Anderson, Appadurai , Bhabha, Bauman, Barker, e outros. Dentre os aspectos que têm diferenciado o Brasil dentro do conjunto dos países do Obitel, talvez o principal seja o fato de a telenovela brasileira, ao longo de seus quase 50 anos de encontro diário com o público, ter se tornado uma narrativa da nação. Essa perspectiva de análise permite compreender a construção discursivo-cultural do país como “comunidade imaginada” ensejada pela telenovela. Os resultados dos estudos empreendidos nos projetos anteriormente mencionados, reforçam essa perspectiva de trabalho e apontam transformações nos pólos da produção e do consumo das ficções televisivas no Brasil e da sua internacionalização. Essas transformações decorrem de uma sedimentação multimidiática e multiplataforma que pode ser percebida nos programas de ficção televisiva produzidos pelas redes de televisão brasileiras. Para os propósitos da presente pesquisa, tomaremos como objeto empírico os processos de convergência e de transmidiação na ficção televisiva produzida pela TVGlobo e a correspondente interação de seu público. Queremos examinar as novas configurações da interação dialética entre os processos de produção e de recepção que emergem da convergência e das narrativas ficcionais transmidiáticas (transmedia storytelling) da TV Globo. ver
31/08/2011Maria Laura MartinezArquigrafia - Ambiente colaborativo para o compartilhamento de imagens de arquitetura O projeto Arquigrafia visa à criação de um ambiente colaborativo para a visualização, interação e compartilhamento de imagens digitais de arquitetura na Internet que pode ser acessado também por dispositivos móveis como tablets e smartphones, utilizando aplicativos Android/Google. Reúne uma equipe multidisciplinar de pesquisadores com três equipes trabalhando em locais diferentes, em dois estados brasileiros distintos. A docente Martinez participa desta equipe como coordenadora das áreas de design de interação e usabilidade.ver