Projetos de Pesquisa

(169 resultados) Download como CSV

Data de SubmissãoDocenteordenar íconesTítuloSúmulaLink ver
14/07/2011Maria Lúcia de Souza Barros PupoProcessos contemporâneos de criação teatral e pedagogiaO projeto tem em vista examinar novas modalidades de ação cultural na área das artes cênicas, que vem abrindo perspectivas promissoras no campo da Pedagogia do Teatro na cidade de Sâo Paulo. O compromisso que vêm sendo assumido por grupos e coletivos teatrais no que diz respeito à formulação de discursos cênicos e à formação de espectadores em amplos e diversificados segmentos da população, constitui um fenômeno recente, que estabelece novas modalidades de relação entre a cidade e as artes da cena. A referência empírica da investigação está localizada nas propostas de contrapartida social beneficiadas com apoio público através do Programa de Fomento ao Teatro da Secretaria Municipal de Cultura. Dentro delas, foi selecionado um corpus constituído por grupos que vem sendo apoiados por ocasião das mais recentes edições do Programa de Fomento.ver
14/07/2011Marilda Lopes Ginez de LaraAbordagens sobre a linguagem nos estudos de Organização e Representação do ConhecimentoDescrição Pesquisas reunidas sob o título de Knowledge Organization – KO reúnem propostas que têm um núcleo razoavelmente comum, mas não necessariamente consensual quanto aos princípios epistemológicos, teorias e proposições metodológicas. Este é o caso das referências aos estudos da linguagem que, além de serem raros, utilizam enfoques diferentes entre si. Este é o contexto da pesquisa que, embora se concentre em período limitado, poderá contribuir para identificar o estado da arte dos estudos sobre a linguagem na Organização da Informação e do Conhecimento, colocando em relevo princípios de origem, tendências, investimentos, lacunas e metodologias. Objetivos: O objetivo principal desta pesquisa é o de identificar como as principais tendências dos estudos de Organização e Representação do Conhecimento – ORC, enfrentam as questões da linguagem, considerando-se a produção bibliográfica brasileira e a produção internacional (incluindo, se possível, a literatura latino-americana), no período compreendido entre 1999 a 2009. Como objetivos subsidiários, pretendemos identificar: a) fundamentos, princípios, pontos de partida, grau de vinculação com a produção clássica da Documentação; b) conceito de informação subjacente; c) conceito de linguagem e tratamento da questão no interior do subcampo da Organização e Representação do Conhecimento; d)metodologias propostas; e) tipologia de produtos concretos sugeridos, desde que pertinentes; f) correlações entre as propostas, semelhanças, diferenças; g) bibliografia principal utilizada. Fundamentação teórica: Parte-se dos pressupostos da Linguística Documentária que consideram que as operações documentário-informacionais se desenvolvem no universo da linguagem, colocando a mediação como uma das atividades principais da Ciência da Informação. Essa perspectiva se apóia nos desenvolvimentos da Linguística contemporânea – Linguística Textual, Análise do Discurso, teorias da enunciação – e procura dialogar com a Filosofia da Linguagem. Orienta-se por um conceito de informação como construção que se organiza na dependência da inserção do sujeito em contextos socioculturais, recusando visões mentalistas. Admite-se que mais importante do que procurar pelo significado do conceito de informação, trata-se de verificar que, no âmbito documentário-informacional ela é, anteriormente, oferta de sentido, tornando-se informação por uma operação de seleção fundada em referências de comunidades discursivas (Capurro, Luhmann). Frente ao campo não articulado de teorias e métodos que caracteriza a ORC, busca-se identificar como a importância atribuída à linguagem se reflete nas propostas de mediação em especial via linguagens documentárias. Metodologia A metodologia a ser utilizada se apóia nos pressupostos teóricos acima apontados. Do ponto de vista do método, a pesquisa compreende: levantamento bibliográfico (período 1999 a 2009) em bases relacionadas à CI; seleção de corpus de análise (temas, termos indexadores, resumo, se houver, bibliografia); análise (autores e partidos epistemológicos, conceito de informação e de linguagem adotados, metodologias propostas etc); sistematização (quadro de tendências, relações entre autore e propostas; bibliografia principal).ver
14/07/2011Marilia Pacheco FiorilloCrença e preconceito: os vieses da midia brasileira na cobertura de temas religiososEsta pesquisa pretende contribuir para a crítica da imprensa brasileira. O intuito é mapear como uma parcela da mídia brasileira, a mais influente, tem respondido recentemente à explosiva relevância das religiões e da religiosidade nos cenários político, cultural e comportamental. Analisaremos em que medida a escolha dos temas e episódios (pauta), o seu enfoque (edição), e os artifícios de linguagem nos textos podem refletir preconceitos e partidarismos, e os disseminar para a opinião pública. Faremos um levantamento minucioso (diário e semanal) de quatro importantes veículos, os jornais O Globo, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e a revista Veja, por um período de sete meses, e em seguida a tabulação e análise comparativa dos dados, a partir dos seguintes eixos: a) se há ou não um tratamento privilegiado, e em que termos, para diferentes confissões como catolicismo, protestantismo (evangélicos e neo-pentecostais), judaísmo e islamismo; b) quais os critérios e as pré-concepções que norteiam a seleção e edição dos temas; c) qual a abordagem específica dos tópicos de maior incidência e atualidade, como o avanço do neo-fundamentalismo, religião e conflagrações políticas, religião e pertinência social e d)em que medida o discurso sobre as religiões e a religiosidade, nestas publicações, embute e propaga, explícita ou implicitamente,alinhamentos favoráveis ou desfavoráveis, cujo efeito é o de uma "pregação" informal, porém persuasiva.. ver
14/07/2011Marilia Pacheco FiorilloQuestões de identidade, genero e cultura na midia brasileiraA globalização, tão vigorosa , invasiva e disseminada na cultura e comunicação como na economia, tem trazido um acirramento da dicotomia local X global, geral X particular, universal X multicultural. Torna-se, pois, cada vez mais urgente a necessidade de equacionar teoricamente certas questões colocadas por esta difusa ambivalência que conta, de um lado, com a crescente e acelerada dissolução dos valores particulares ( de gênero, raça, etnia, cabedal cultural, religião), engolfados pela dissipação das fronteiras comunicativas, e por outro, pela acentuação agressiva dos universos particularistas, pela recuperação de valores tradicionais e tipificados , muitas vezes regressivos(de gênero, raça, religião, etc.). Apenas para efeito de ilustração, uma recente enquete da prestigiosa e tradicional publicação Prospect , revista norte-americana pró-européia de centro-esquerda, fez um levantamento entre os mais notáveis intelectuais contemporâneos e apontou uma tendência inequívoca como tema central do debate intelectual do século XXI: a maioria dos consultados ( fazem parte dela Noam Chomsky, Umberto Eco, Richard Dawkins, Wallerstein e outros) frisou que o dilema futuro seria o do contraste entre cosmopolitismo e patriotismo , liberalismo e comunitarismo, questões domésticas e mundiais, minorias e maiorias, nacionalismo e internacionalismo, pendências locais e inserção mundial, enfim, o grande tema que galvanizou esta consulta entre intelectuais foi o do confronto entre local X global , particular X universal , em claro contraste com o que eles afirmavam ter sido o tema de predileção século XX, o do socialismo X capitalismo . Nesta medida, em nossa sondagem quanto ao tratamento dado pela mídia brasileira ( de forma difusa) sobre o dilema particular X universal, minoria X maioria , pretendemos contribuir participando deste debate mais amplo, exatamente ao nos determos na análise da propagação desta ambivalência na cobertura das questõesver
14/07/2011Mario Rodrigues Videira JuniorPráticas interpretativas e métodos de ensino para piano (1750-1840): uma abordagem histórica e estética (Fase 1 - Do Clavicórdio ao Pianoforte)Partindo da análise de alguns tratados e métodos para o ensino do piano publicados entre 1750-1840 sobretudo dos textos de autores como C. P. E. Bach, Marpurg, Türk, Clementi e Czerny o presente projeto de pesquisa tem por objetivo investigar as práticas interpretativas vigentes nesse período, assim como o modo pelo qual a mesma se articula com o pensamento estético da época. Por fim, pretende-se realizar uma tradução anotada e comentada de trechos escolhidos dos tratados desses três últimos autores (ainda não disponíveis em língua portuguesa), de forma a contribuir também para os atuais debates em torno das chamadas interpretações historicamente orientadas.ver
30/09/2011Marisa Midore DeaectoENTRE LIVROS E REVOLUÇÕES: A RECEPÇÃO DA LITERATURA FRANCESA NO BRASIL (1848-1889)O projeto propõe investigar as obras traduzidas para o português sobre a Revolução Francesa, em edições publicadas no espaço luso-brasileiro, no período de 1848 a 1889. Não se trata de discutir a temática da Revolução de 1789 em termos políticos ou mesmo historiográficos, mas de analisar a dinâmica circulacional destas edições na perspectiva das transferências culturais entre a França, Portugal e o Brasil. Entendendo as traduções como estratégia de difusão, senão, de vulgarização de um tema-chave para a compreensão do mundo contemporâneo, objetiva-se, enfim, averiguar em que medida os ecos da Revolução aportaram em solo brasileiro (também) via Portugal, em um contexto de afirmação do liberalismo e do republicanismo.ver
29/09/2011Marisa Midore DeaectoHISTÓRIA DAS PRÁTICAS EDITORIAIS E DA LEITURA NO BRASIL (SEC. XIX-XXI)A linha de pesquisa História das práticas editoriais e da leitura, literária e não literária, no Brasil se propõe a realizar estudos sistemáticos que visem identificar e analisar, com um enfoque histórico, atuações de agentes produtores do impresso e correlações de suas ações com os circuitos da leitura.ver
29/09/2011Marisa Midore DeaectoA ECONOMIA DO LIVRO: CARTOGRAFIA DA PRODUÇÃO EDITORIAL NA CIDADE DE SÃO PAULO, POR SUAS INSTITUIÇÕES DE LEITURA, TIPOGRAFIAS E LIVRARIAS (SEC. XIX E XX)No alvorecer da era republicana o problema do analfabetismo foi enfrentado com veemência pela classe política paulista. Tratava-se, afinal, de uma herança maldita da monarquia, a qual se contrapunha aos princípios democráticos e universalistas da República. No período de 1890 a 1930 não foram medidos esforços para combater esse mal, os quais se concretizaram na forma de investimentos em infra-estrutura e em pessoal qualificado com vistas à expansão do ensino e das instituições de leitura. Também a sociedade parecia corresponder aos apelos dos homens públicos, ao organizar suas próprias instituições de ensino, algumas, de caráter filantrópico e ao promover a expansão de gabinetes, clubs, ou sociedades de leituras. Por seu turno, o mercado acenava positivamente para essas iniciativas, sendo a ampliação do número de livrarias e de tipografias na capital seu principal indício. Todavia, os investimentos em ensino e cultura só se fazem sentir a médio e longo prazo. Mesmo no campo editorial, impossível pensar que a simples instalação de oficinas gráficas e de livrarias poderia superar um déficit plurissecular dos mecanismos de difusão do livro. A partir dessas premissas, o projeto de uma cartografia da atividade editorial paulista, noutros termos, do desenvolvimento da economia do livro em São Paulo, visa à sistematização e análise de dados atinentes à expansão das instituições de leitura e do mercado livreiro e seus pontos de contato com as mudanças observadas no quadro cultural de nossa sociedadeNo alvorecer da era republicana o problema do analfabetismo foi enfrentado com veemência pela classe política paulista. Tratava-se, afinal, de uma herança maldita da monarquia, a qual se contrapunha aos princípios democráticos e universalistas da República. No período de 1890 a 1930 não foram medidos esforços para combater esse mal, os quais se concretizaram na forma de investimentos em infra-estrutura e em pessoal qualificado com vistas à expansão do ensino e das instituições de leitura. Também a sociedade parecia corresponder aos apelos dos homens públicos, ao organizar suas próprias instituições de ensino, algumas, de caráter filantrópico e ao promover a expansão de gabinetes, clubs, ou sociedades de leituras. Por seu turno, o mercado acenava positivamente para essas iniciativas, sendo a ampliação do número de livrarias e de tipografias na capital seu principal indício. Todavia, os investimentos em ensino e cultura só se fazem sentir a médio e longo prazo. Mesmo no campo editorial, impossível pensar que a simples instalação de oficinas gráficas e de livrarias poderia superar um déficit plurissecular dos mecanismos de difusão do livro. A partir dessas premissas, o projeto de uma cartografia da atividade editorial paulista, noutros termos, do desenvolvimento da economia do livro em São Paulo, visa à sistematização e análise de dados atinentes à expansão das instituições de leitura e do mercado livreiro e seus pontos de contato com as mudanças observadas no quadro cultural de nossa sociedadever
14/07/2011Mayra Rodrigues GomesEstudos de Linguagem e Práticas Midiáticas - A Ferramenta Wiki e a Produção HipertextualPesquisa aplicada às aulas ministradas na graduação que consiste no oferecimento de ambiente para a produção colaborativa e hipertextual. Compreende a criação de site Wiki, para que os alunos desenvolvam seus trabalhos, junto à disciplina “Ciências da linguagem: fundamentos das práticas midiáticas I e II”. A ferramenta wiki, um software livre, impele à composição em hiperlink e, assim, estimula a pesquisa dos conceitos teóricos, vistos em classe, em espaços diversificados. Além disso, temos sido testemunhas do entusiasmo dos alunos com a possibilidade de agregar imagem e texto, com a possibilidade de extravasar criatividade e de compartilhar informação com os colegas envolvidos na mesma proposta wiki. Esta pesquisa teve apoio do CNPq para aquisição de instrumentos técnicos ligados à atividade didática.ver
14/07/2011Mayra Rodrigues GomesCiências da Linguagem: estudo das práticas midiáticasA terminologia ciências da linguagem tem sido empregada pelas mais diversas linhas de pensamento e designa estudos que levam em conta as condições e implicações, para a espécie humana, da assunção da linguagem. A realização de tais estudos encontra sua possibilidade no cruzamento dos achados da antropologia, das ciências cognitivas, da filosofia, da lingüística, da lógica, da psicanálise, da semiótica etc. Ocorre que, para o vasto campo da comunicação e das mídias, e para o abrangente campo do jornalismo em particular, é justamente este tipo de estudo que promove uma compreensão melhor do poder das palavras, de seus efeitos e da responsabilidade de que se reveste quem assume a produção de discursos.ver
14/07/2011Mitsuru Higuchi YanazeDESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO DO VALOR DA MARCA (TANGÍVEL E INTANGÍVEL ) A PARTIR DA CONTRIBUIÇÃO DA COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DOS PATRIMÔNIOS FINANCEIROS, SOCIAIS E DE MERCADO.O patrimônio do investidor de uma empresa pode variar, em conseqüência direta dos denominados Retornos Intangíveis, advindos das ações de marketing e comunicação, notadamente quando elas influem no posicionamento da empresa no mercado (tanto em termos de participação relativa, shares, quanto em termos de posicionamento geográfico ou potencial mercadológico). A resultante do conjunto de relacionamentos de uma instituição se traduz monetariamente pelo valor da marca e contabilmente deve ser expresso no ativo intangível das organizações, compondo a diferença entre o valor patrimonial das ações e o valor de mercado, ou seja, a diferença entre o valor concreto e o valor percebido. A promulgação da lei 11.638, em vigência desde 1º de janeiro de 2010, denominada “Lei do Valor Justo”, ora em fase de regulamentação pela CVM da Bolsa de Valores de São Paulo, prevê esta possibilidade de contabilização, sem a imediata incidência do Imposto sobre a Renda dos ativos intangíveis, cujo valor seja claramente demonstrável e auditável. Por exemplo, as aquisições da Kibon e da Lotus no mercado internacional, bem como a onda de aquisições de laboratórios farmacêuticos e indústrias de autopartes no mercado brasileiro, ocasionada pela disputa dos grandes conglomerados transnacionais na ocupação de mercados potenciais, provocou inúmeros negócios acima do valor patrimonial de empresas, como nos casos do Laboratório Moura Brasil, da Cofap e tantos outros. O lançamento das ações do Google na Bolsa de Valores de Nova York — mesmo incorporando ao valor patrimonial tangível importâncias atribuídas ao intangível, como potencial de mercado, entre outras — atingiu uma valorização imediata superior a 18% no primeiro dia, pois a percepção do valor intangível, por parte do mercado, foi ainda maior do que a esperada pela avaliação técnica. Da mesma maneira, o valor das ações do Wal-Mart e da Coca-Cola nas Bolsas de Valores superam, mais do que proporcionalmente, os valores conseguidos pelo Carrefour e pela PepsiCo, embora as diferenças entre os valores patrimoniais correspondentes não sejam tão grandes assim. Nesses casos, a liderança de mercado transmite uma sensação de segurança, que exerce sobre os investidores um fascínio não explicável numericamente, mas que pode ser compreendido como a resultante da soma do patrimônio financeiro com o patrimônio social e o patrimônio de mercado atingido pela organização (veja quadro abaixo). Pela mesma lógica, mas por outro lado, empresas que operam em ramos em que há risco de acidentes ecológicos, como a indústria do petróleo ou a indústria química, por exemplo, tendem a ter uma relação entre o valor de mercado e o valor patrimonial menos favorável, exigindo ações de comunicação de valorização da marca — o chamado branding —, procurando comunicar um diferencial em que se destaquem os aspectos de segurança e de preservação ambiental e que, ao longo do tempo, tendem a aumentar o preço das ações em bolsa. Tais ações de comunicação são passíveis de mensuração em seus resultados, por meio de pesquisas de imagem com os stakeholders e investidores, estabelecendo-se uma correlação direta entre os seus resultados e a cotação do valor de mercado das ações, ao longo dos anos., como resultante do esquema abaixo: O patrimônio financeiro, expresso nos balanços patrimoniais como Patrimônio Líquido, já é sobejamente estudado e sua fórmula de cálculo universalmente conhecida. Já o patrimônio social, que se refere ao valor social da empresa, é relatado nos assim chamados Balanços Sociais e vem sendo estudado mais recentemente, no entanto, para merecer este nome é necessário que seja respeitado o princípio das contra-partidas, ou seja, que não se exponha apenas as ações de valorização social – cuidados com o meio ambiente, treinamentos ministrados, salários pagos, etc.- mas também o que as organizações usufruem da sociedade. Exemplificando, se uma empresa paga salários na média do seu mercado ou faz compensações ambientais daquilo que depreda na natureza, será no máximo uma empresa cidadã, não podendo ser classificada como socialmente responsável. Para que assim se classifique, é necessário que vá além, ou seja, que pague acima da média ou mais do que compense o ambiente que depreda. O patrimônio de mercado refere-se à parcela do mercado na qual a empresa predomina. Por exemplo, quando da abertura do mercado farmacêutico brasileiro à concorrência internacional, as empresas que aqui vieram se instalar adquiriram os laboratórios nacionais por valores muito acima do seu patrimônio financeiro líquido, pois almejavam o acesso às estruturas de distribuição e vendas que s mesmos desenvolveram em todo o território nacional, o que levaria anos para ser confrontado e nisto residia o valor de sua marca, pouco tendo a haver com o valor de suas patentes ou de suas propriedades físicas, tais como prédios, máquinas etc. Para que as empresas possam beneficiar-se com a lei 11.638, que prevê a possibilidade de contabilização dos ativos intangíveis com diferimento do Imposto de Renda a pagar (só será devido quando da venda do mesmo) é necessário que a sistemática de cálculo da valoração dos seus patrimônios social e de mercado sejam passíveis de submissão às auditorias, ou seja, para que os ativos intangíveis venham a compor o patrimônio líquido, é necessário que se respeite o princípio das contra-partidas, calculando-se ativos e passivos sociais e de mercado, da mesma forma como se calcula entre as propriedades e direitos e as dívidas e obrigações tangíveis, diferentemente dos atuais balanços sociais, que só apresentam os assim chamados ativos sociais. Esta pesquisa tem como objetivo analisar, por meio de estudo de casos, como ocorrem as variações do valor de mercado de empresas que operam na Bovespa em decorrência da comunicação de fatos, positivos e negativos, relacionados às questões financeiras, socioambientais e mercadológicas. A partir das informações e constatações obtidas, desenvolver metodologias de avaliação e mensuração do valor da Marca levando em consideração as especificidades dos setores e as condições dinâmicas do ambiente de mercado. ver
16/08/2011Monica Baptista Sampaio TavaresA leitura do objeto do designEsta pesquisa tem por objetivo analisar o objeto do design com base na dialética entre sua produção e sua recepção - ou seja, a partir da relação entre as suas funções e os seus usos possíveis -, de modo a apreender o que está implicado no processo de leitura que direciona o usuário/intérprete a determinada ação e conseqüentemente ao atendimento de suas necessidades. Investigamos, pelo pólo da produção, quais são, historicamente, as normas vigentes (econômicas, sociais, ambientais, culturais, etc.), que constituem e delimitam o objeto a ser consumido, e, pelo pólo da recepção, apreendemos como as possibilidades de uso do objeto, que subentendem e remetem a variadas funções, atualizam o usuário como agente determinante da leitura do objeto. Consideramos amostras de objetos de três campos de atuação: o design de produto, o design gráfico e o webdesign, representados, respectivamente, pelos seguintes objetos: a cadeira, o cartaz e os sites de arte. Projeto contemplado com Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPQ (2003-2007). ver
16/08/2011Monica Baptista Sampaio TavaresArte-design: fluxos e refluxosEsta pesquisa tem por objetivo analisar como as mídias digitais aproximam ou distendem a teia de relações entre arte e design, tendo em vista uma possível definição da arte na contemporaneidade. Parte da suposição de que as produções da arte e do design delimitam-se em função das finalidades e dos contextos inerentes tanto à produção quanto à recepção envolvidas nos processos de inserção do criativo no social. Não obstante as similaridades de base estrutural que unem arte e design, tomadas em relação ao processo comunicacional que as sustenta, são claras as diferenças conceituais estabelecidas em relação às suas finalidades retóricas. Todavia, tornam-se cada vez mais presentes produtos de design que se configuram como obras de autor e trabalhos de arte produzidos e difundidos a partir do uso das novas tecnologias da comunicação. Neste sentido, esta pesquisa tratará de explorar os pontos de encontro e de distensão entre arte e design, admitindo que a dominância (ou não) do estético no desenvolvimento dos processos de (dis)simulação de mundos e imaginários possíveis seria o elemento que sustenta os fluxos e refluxos entre estas áreas. O objeto de estudo são os trabalhos de arte e design produzidos a partir do uso das mídias digitais, privilegiando-se para análise o caso específico dos desenvolvidos por dispositivos móveis. O cerne da problemática a investigar implica,portanto, em apreender como as transformações advindas com o digital podem explicar as contaminações recíprocas entre arte e design. Projeto contemplado no Edital 061-2005 do CNPq, referente à seleção pública de apoio à pesquisa no âmbito das Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (2006 - 2008). ver
14/07/2011Monica Baptista Sampaio TavaresArte-design: a produção de sentidoEste trabalho busca compreender a maneira como o receptor é afetado no consumo dos produtos culturais do contexto contemporâneo. A problemática em questão circunscreve o entendimento daquilo que está implicado (implícita e explicitamente)no processo de produção de sentido inerente ao ambiente das mídias digitais. O nosso objeto de investigação empírica são os trabalhos de arte e design produzidos a partir do uso das mídias digitais, privilegiando-se para análise o caso específico dos desenvolvidos por dispositivos móveis. O objetivo final da pesquisa é apreender como se desenvolvem e com base em que padrões e expectativas se conformam as experiências subjacentes à produção de sentido, inerentes aos objetos de estudo referidos. A relevância deste projeto surge na medida em que será possível identificar a estrutura de mediação simbólica da sociedade contemporânea, ao tempo que procurará examinar o fundamento estético da comunicação, intrínseco ao processo de compreensão hermenêutica mediado tecnologicamente. Pensar com base na aliança entre uma lógica-cultural e uma lógica estética nos permitirá estudar, por um lado, as condições e estruturas das práticas receptivas, e por outro, possibilitará detectar como as experiências se configuram frente e a partir das expectativas dos receptores.ver
14/07/2011Monica Baptista Sampaio TavaresOs modos de ver e a formação de identidades na era da estética digital: o caso dos ambientes virtuais interativosEsta pesquisa tem como objetivo final investigar as representações visuais da estética digital no intuito de identificar como as formações discursivas a elas inerentes podem vir a conformar o comportamento dos indivíduos, possibilitando a construção de novas formas de identidade. O objeto de estudo eleito são os ambientes virtuais interativos. Quanto aos objetivos intermediários, intenta-se alcançar: a) examinar como se dá histórico-culturalmente o aparecimento da chamada estética digital e que transformações são a ela inerentes; b) discriminar e organizar por similaridades de argumentação as principais referências teóricas de análise que justifiquem em que bases ideológicas podem se sustentar as estratégias de articulação entre codificação/decodificação; c) identificar os princípios que sustentam a arquitetura discursiva e os aparatos institucionais da estética digital; d) analisar representações visuais da estética digital (mais especificamente, os ambientes virtuais interativos), no intuito de discernir como suas configurações formais, seus contextos, suas retóricas e seus modos de significação reverberam as leis discursivas do ambiente tecno-cultural; e) identificar modos de comportamento e formas de identidade inerentes à cultura e à estética digitais. A relevância deste trabalho surge na medida em que nele se concebe a imagem como elemento influente e sedutor na construção das identidades. Ele não só circunscreve o problema de estudo à análise da imagem em si própria, mas também admite que os efeitos que dela decorrem estão vinculados às práticas sociais e aos específicos repertórios e contextos dos receptores. Ademais, a pesquisa irá também contribuir para o estudo das relações entre a comunicação, as artes e o design, pois tentará de maneira interdisciplinar estudar como a saturação da informação impõe a necessidade de novas formas. Projeto com Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPQ (2010-2013). Projeto com apoio do Edital MCT/CNPq/MEC/CAPES 02/2010.ver
16/08/2011Mônica Isabel LucasEmulação de Retóricas Clássicas no "Der Vollkommene Capellmeister" de Johann Mattheson (1739)Entre os sécs. XVII e XVIII, autores luteranos que discorreram sobre a disciplina conhecida na época como musica poetica propuseram preceptivas cuja sistemática e terminologia foram emprestadas da Retórica e da Poética greco-romanas. Os escritos compreendidos na musica poetica têm em comum a noção de que a música seja um discurso e de que sua finalidade seja persuadir o ouvinte, adequando-se às circunstâncias de público, ocasião e lugar. A descrição mais abrangente e detalhada da concepção musical poético-retórica está representada pelos escritos de Johann Mattheson (1681-1764). Dentre estes escritos, destaca-se o Der Vollkommene Capellmeister ["O Mestre-de-Capela Perfeito"] (1739). Um exame mais atento ao Der Vollkommene Capellmeister revela similaridades estreitas com a retórica grega e principalmente romana, em especial o Orator e o De Oratore ciceronianos, além da Institutio Oratoria de Quintiliano - autores comprovadamente estudados por autores da musica poetica, incluindo Mattheson. O presente trabalho propõe selecionar os assuntos específicos em que Mattheson emula a retórica clássica, em especial as preceptivas da eloquência romana, evidenciando o quanto o autor luterano deve a estas auctoritates. Estas semelhanças incluem aspectos como a ideia do orador perfeito, o próprio estilo ciceroniano de escrita empregado por Mattheson, a centralidade da noção de decoro, a asserção de que a música tenha como finalidade a edificação moral, além da descrição da constituição do discurso segundo as etapas da inventio, dispositio e elocutio. Com isto, o trabalho visa cobrir uma lacuna no que diz respeito à disponibilidade de material de referência para o estudo da retórica musical setecentista em português. ver
14/07/2011Norma Tenenholz GrinbergDesenvolvimento de massas cerâmicas com características visuais diversas para utilização em trabalhos artisticosEsta pesquisa tem por objetivo desenvolver massas cerâmicas próprias para uso artístico, que apresentam algumas características desejáveis no que se refere à aparência visual eliminando a necessidade de posterior esmaltação. Tais massas apresentam uma identidade por si só e podem também ser utilizadas em arquitetura e na construção civil. Existe uma carência no campo das massas cerâmicas voltadas para uma utilização artística. Pela influência da tradição vinda do Oriente e da Europa, a prática da cerâmica artística no Brasil é caracterizada pela obsessão em aprimoramentos na tecnologia de cobrir a superfície com esmaltes vítreos, com o propósito de colorir, decorar ou tornar próprio um utilitário para uso de mesa e/ou revestimento. Os artistas apreciam o barro pela sua plasticidade e capacidade de ser modelado, por apreender cada gesto dado, mas quando se trata da cerâmica, é considerado um mero suporte estrutural, sendo relegado a um segundo plano quanto aos aspectos estéticos, não sendo explorado todo o seu potencial expressivo na elaboração de uma obra. Vê-se então a necessidade em desenvolver massas cerâmicas que tenham validade para serem usadas por elas mesmas, como uma mídia de expressão artística. O projeto foi contemplado em 2006 com verba para a fase inicial da pesquisa que inclui a aquisição de equipamento que será posteriormente doado ao Departamento de Artes Plásticas. O grupo foi batizado como Grupo Terra e conta com cinco pesquisadores, além de um bolsista da graduação da ECA/USP.ver
30/09/2011PAULO Roberto NASSAR de OliveiraComo a geração "facebook" avalia a comunicação das empresasA pesquisa tem como objetivo avaliar como a geração "facebook" avalia a comunicação das empresas no Brasil. A população da pesquisa corresponde aos estudantes de graduação dos cursos de administração e economia das escolas listadas no Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC), nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Foram selecionadas duas universidades por cidade, com base no ranking, com a inclusão da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. Para a coleta de dados, foi utilizada a técnica de pesquisa quantitativa, com a aplicação de 400 questionários numa amostra não probabilística por cota, com a abordagem pessoal nas universidades selecionadas. O período de coleta de dados foi de 10 de agosto a 01 de setembro de 2011. A pesquisa é coordenada pelo Prof. Dr. Paulo Roberto Nassar de Oliveira e pela Prof.Ms. Suzel de Lima Figueiredo. A operação está sendo coordenada por Carla Mingolla e Fabiana Rinaldi, ambas da Ideiafix Pesquisas Corporativas. A pesquisa será publicada no Valor Setorial, publicação do jornal Valor Econômico, em novembro de 2011. ver
29/08/2011Renê Corrêa do NascimentoTURISMO E VOLUNTARIADO: Incidências e resultados do turismo voluntário no contexto das práticas alternativas na cidade de São PauloA presente pesquisa objetiva compreender a ocorrência do turismo voluntário na cidade de São Paulo, como interstício emergente na integração entre diferentes motivações vigentes na conformação de um novo paradigma das viagens turísticas. O voluntariado, entendido dentro das práticas alternativas de se fazer turismo como uma tendência das viagens globais, hoje se manifesta de maneira consistente em muitos locais referenciados como destinos turísticos. Nesse aspecto, tomando como referência a capital paulista, essa investigação busca compreender de forma mais ampla a ocorrência em espaços públicos ou privados que desenvolvem projetos voluntários e aceitam turistas como sujeitos ativos nas mais diversas atividades. Para tanto se propõe a estudar este cenário e identificar todos os sujeitos, turistas ou não, no sentido de criar uma ampla compreensão dessa prática no dia-a-dia da cidade.Através de metodologia exploratória quanti-qualitativa será conduzido o plano de pesquisa que, efetivado, sinalizará a realidade do binômio turismo e voluntariado apontando incidências e resultados no contexto das práticas alternativas, colaborando, assim, para futuras análises em decorrência do cenário globalizado e das novas práticas segmentadas de viagens turísticas.ver
29/08/2011Renê Corrêa do NascimentoTurismo de Negócios Tendo por referência as características de Turismo de Negócios, esta linha de pesquisa busca investigar o segmento, no sentido de compreender o conjunto de atividades turísticas decorrentes dos encontros de interesse profissional, associativo, institucional, de caráter comercial, promocional, técnico, científico e social, por meio da incidência de resultados do setor na dinâmica do turismo nacional e internacional. Observa-se, na última década, que o segmento Turismo de Negócios, tanto no que se refere ao incremento da demanda como pelo crescimento e qualificação da oferta turística específica tem se destacado pelos inúmeros eventos técnico-científicos e comerciais, pela organização dos diferentes setores envolvidos na atividade, pelo interesse das diversas esferas do poder público e pela expressiva produção científica que trata desta temática. Neste sentido, esta proposta de pesquisa pretende contribuir por meio da organização e sistematização da produção científica nacional sobre Turismo de Negócios e da identificação das tendências e prioridades da pesquisa neste segmento do turismo. Como principal produto está o desenvolvimento e a implementação de um repositório temático sobre o assunto. Desta forma, busca-se promover a valorização do conhecimento científico como base para a reflexão e definição de ações de desenvolvimento do Turismo de Negócios no país. A presente pesquisa, em razão das necessidades instrumentais e metodológicas para organização dos dados coletados no decorrer deste período, realiza por meio do Banco de Teses da CAPES – Centro de Aperfeiçoamento de Professores da Educação Superior levantamento da produção científica específica com o objetivo de localizar referencial teórico que trate do tema “turismo de negócios”. O mesmo instrumento, como referência preliminar, registra análise e discussão sobre as instituições de ensino, as áreas de conhecimento, palavras-chave, nomes dos cursos e o grau de formação das publicações relacionadas.ver
29/08/2011Renê Corrêa do NascimentoTurismo de SaúdeTendo por referência as características de Turismo de Saúde e seus nichos de mercado esta linha de pesquisa busca investigar o segmento, no sentido de compreender o conjunto de atividades turísticas decorrentes do setor.A base conceitual para definição e entendimento do segmento está atrelada à caracterização adotada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), que estabelece inúmeras oportunidades nas interfaces do segmento, como por exemplo o termalismo, as viagens com objetivos médico-estéticos e espaços para tratamento com oferta de serviços e entretenimento aos usuários. É correto afirmar que, mais recentemente, em especial a partir dos anos de 1990, o segmento Turismo de Saúde, tanto no que se refere ao incremento da demanda como pelo crescimento e qualificação da oferta turística específica tem se destacado no portfólio de negócios turísticos do país e do mundo. Em razão dessa realidade a pesquisa pretende contribuir por meio da organização e sistematização da produção científica nacional sobre Turismo de Saúde e da identificação das tendências e prioridades da pesquisa neste segmento do turismo, e também como hoje se mostram os resultados acadêmicos-científicos do segmento, por meio de desenvolvimento e a implementação de um repositório temático sobre o assunto. Desta forma, busca-se promover a valorização do conhecimento científico como base para a reflexão e definição de ações de desenvolvimento do Turismo de Saúde no país. A presente pesquisa, em razão das necessidades instrumentais e metodológicas para organização dos dados coletados no decorrer deste período, realiza, preliminarmente, por meio do Banco de Teses da CAPES – Centro de Aperfeiçoamento de Professores da Educação Superior levantamento da produção científica específica com o objetivo de localizar referencial teórico que trate do tema “turismo de saúde”. Como parte dos resultados já alcançados nesta investigação preliminar, cabe destacar a apresentação de produção científico.ver
30/08/2011Ricardo Alexino FerreiraMidialogia científica e etnomidialogia como disciplinas constitutivas da Educomunicação: uma proposta didático-pedagógicaTrata-se de pesquisa de ingresso no regime de trabalho da CERT/USP. A pesquisa tem como proposta a construção do campo didático-pedagógico da Midialogia Científica e Etnomidialogia na Educomunicação visando a educação científica pelos meios e a compreensão dos fenômenos sociais a partir das diversidades das matrizes culturais em uma abordagem multi e transmidiática para a formação dos educomunicadores.ver
14/07/2011Ricardo Alexino FerreiraEtnomidialogia: método do livro-reportagem-multimidiático-memória no resgate de histórias biográficas de indivíduos pertencentes a grupos sócio-acêntricosA diversidade étnico-cultural é um tema relevante e fonte de conflitos na contemporaneidade. Os grupos sócio-acêntricos, chamados em outros momentos históricos de grupos minoritários ou minorizados, quase sempre apresentam visibilidade negativa ou neutra e sem referências de produções significativas para os desenvolvimentos social, cultural, econômico e científico, dentre outros. Esse pensamento não corresponde à realidade considerando que são muitos os indivíduos de segmentos sócio-acêntricos que contribuíram significativamente para o desenvolvimento da humanidade. Tal invisibilidade por parte da história oficial (que valoriza muitas vezes o eurocentrismo; a heteronormatividade; o sexismo e outras formulações sectárias) sequer menciona os indivíduos de segmentos sócio-acêntricos ou quando o fazem o descolam de sua condição. A pesquisa proposta visa fazer o resgate biográfico de indivíduos pertencentes aos segmentos sócio-acêntricos e as suas contribuições. Para isso, utilizará o método do livro-reportagem-multimidiático-memória no resgate de histórias biográficas de indivíduos sócio-acêntricos. Essas entrevistas biográficas constituirão uma enciclopédia que irá reunir diferentes nomes de cientistas, artistas, esportistas, escritores, intelectuais, jornalistas, dentre outros, pertencentes aos segmentos sócio-acêntricos. Com isso, espera-se que a enciclopédia possa trazer visibilidade aos indivíduos sócio-acêntricos e a explicitação de sua condição e produções relevantes para a sociedade, desestimulando assim o preconceito em vigor que indivíduos sócio acêntricos não desenvolvem obras relevantes. Esta pesquisa tem auxílio da FAPESP.ver
14/07/2011Ricardo Alexino FerreiraPrograma de Apoio aos Novos Docentes da USPTrata-se de Programa da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP, voltado para os pesquisadores (novos docentes) para garantir o fortalecimento da pesquisa na USP, tanto em quantidade como em qualidade. A pesquisa que recebeu esse recurso tem como título/tema "Etnomidialogia: método do livro-reportagem-multimidiático-memória no resgate de histórias biográficas de indivíduos pertencentes a grupos sócio-acêntricos.", financiada pela Fapesp. Conforme veiculado no site (http://www.usp.br/prp/novo/?pagina=novosdocentes), o Programa de Apoio aos Novos Docentes, da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP, tem como finalidade oferecer aos recém-contratados, que apresentarem o protocolo de submissão à FAPESP de um pedido de auxílio à pesquisa ou projeto especial, uma contrapartida da universidade no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais). Os recursos poderão ser utilizados para compra de material permanente, consumo, pagamento de serviços de terceiros, diárias e passagens, do interessado ou de seus alunos de pós-graduação ou de iniciação científica. A referida pesquisa foi aprovada pela Fapesp.ver
15/10/2011Roberto Franco MoreiraOs gêneros cinematográficos e o público brasileiroO objetivo dessa pesquisa é mapear o gosto do público brasileiro nos últimos dez anos. Diversos estudos indicam como a filiação a um gênero é pré-condição para o espectador se interessar por um título, no Brasil, quais são os gêneros preferidos e como o nosso cinema atende ou não esta demanda? Relegado a segundo plano na pesquisa acadêmica, os filmes de sucesso têm grande impacto social. Compreender como se dá a recepção desse cinema ajuda entender o consumo cultural do brasileiro e pode fornecer subsídios importantes para a produção de novos filmes. ver
30/08/2011Rogerio Luiz Moraes CostaA improvisação musical e suas conexõesTrata-se de um projeto que visa dar continuidade à uma pesquisa anterior que também obteve financiamento da Fapesp. O projeto anterior - Investigação sobre o ambiente da livre improvisação musical - tratou das relações entre o pensamento composicional contemporâneo e a improvisação, realizou um estudo sistemático do relacionamento dos músicos entre si e com os aparatos eletrônicos e foi concluído com sucesso em 2009 quando passamos a fazer parte da equipe do projeto temático Mobile coordenado pelo professor Fernando Iazzetta. Como resultado do projeto anterior tivemos a consolidação desta linha de pesquisa (improvisação) no Departamento de Música da USP com a implantação de um núcleo de pesquisa sobre o assunto (formado por mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos) com uma vasta produção acadêmica, a criação de disciplinas na graduação e na pós e a constituição de dois grupos regulares de investigação prática e teórica: o grupo Musicaficta (com Fernando Iazzetta e Cesar Villavicencio) e a Orquestra Errante (composta por alunos do departamento). O projeto atual tem como objetivos sistematizar a produção acadêmica, artística e bibliográfica do grupo de pesquisa citado, produzindo e publicando artigos em português e inglês, possibilitar a participação em congressos no país e no exterior, além de dar continuidade à investigação sobre a improvisação em suas conexões com outras áreas do conhecimento. As áreas principais de conexão são a composição, a educação, a tecnologia, a história, a análise, a crítica genética, a etnomusicologia e a filosofia. O projeto deve ter desdobramentos teóricos - através da realização de uma revisão da literatura e da produção bibliográfica - e práticos, com a implantação e consolidação de grupos de estudo e de performance.ver
25/08/2011Ronaldo Coutinho de MirandaTexturas : Composição e Análise de um Quarteto de CordasO principal objetivo deste trabalho foi a composição de um quarteto de cordas, gênero fundamental na produção musical através da História. Considerando-se a criação musical como a pesquisa em música por excelência, priorizou-se a composição do quarteto em questão, que recebeu o título de Texturas e foi dividido em quatro movimentos : Prólogo, Scherzo, Entreato e Finale. A análise da peça constituiu-se na segunda etapa da pesquisa, procurando esclarecer detalhadamente os procedimentos formais e as características da linguagem musical utilizada. O trabalho inclui ainda uma contextualização do autor, em relação à evolução de sua técnica composicional, bem como uma revisão crítica.ver
28/08/2011Rosana de Lima SoaresMídias e Estigmas sociais: sutileza e grosseria da exclusãoO tema desta pesquisa articula dois campos aparentemente distantes: os discursos midiáticos, em seus vários recobrimentos (mídia impressa, mídia audiovisual e mídia digital) e os estigmas sociais, em suas interfaces com a psicanálise, a antropologia, a sociologia, a filosofia, as ciências da linguagem, a comunicação. Trata-se, portanto, de uma pesquisa que tem como objeto de estudo um aspecto específico presente nas mídias: a tematização dos estigmas sociais em suas diversas manifestações e nas interfaces estabelecidas com outras formas de representação e articulações discursivas. Interessa-nos neste projeto estudar os chamados discursos midiáticos a partir de dois recortes principais: as narrativas jornalísticas (jornais impressos e revistas), devido às características que revestem este fazer; e as narrativas audiovisuais (telejornais e filmes de longa metragem ficcionais ou documentais), integrando a análise de discursos verbais e imagéticos.ver
14/07/2011Rosana de Lima SoaresDiscursos midiáticos e Cultura audiovisualO projeto tem como objetivo realizar estudos relativos à cultura audiovisual e suas manifestações nas mídias contemporâneas. Tomando como referência as teorias constituintes dos estudos de linguagem, o tema abrange as narrativas audiovisuais em suas diversas formas (televisivas, cinematográficas, digitais) a fim de analisar de que modo esses discursos controem imaginários culturais. As tensões entre realidade e encenação da realidade, referencialidade e ficcionalidade, verdade e fantasia são tomadas como eixos articuladores do projeto. Além destes, os processos de convergências das mídias e hibridismos de gêneros, tomados em seu aspecto intertextual, articulam as reflexões propostas. O projeto prevê as seguintes linhas de atuação: discursos cinematográficos (cinema ficcional, cinema documentário contemporâneo, cinema de bordas brasileiro), discursos televisivos (telejornalismo, teledramaturgia, ficção seriada), discursos sincréticos (narrativas online, narrativas sonoras, narrativas visuais).ver
14/07/2011Rosana de Lima SoaresA ferramenta Wiki: uma experiência pedagógicaAs novas tecnologias associadas à Internet trouxeram uma abertura de possibilidades para as produções artísticas e do mundo empresarial em geral. Neste trabalho, analisamos a adoção da ferramenta wiki em sala de aula tendo em vista tal abertura em relação à produção textual. O wiki nos permite questionar os parâmetros da linearidade do texto ao apresentar uma estrutura ramificada e, ainda, investigar a problemática da autoria, se supomos que uma de suas principais características é a autoria coletiva, princípio que define sua função. Assim, através da inovação apresentada na estrutura de edição textual, propomos uma investigação sobre seus efeitos em sala de aula, concentrando-nos especificamente em disciplinas da graduação em jornalismo. A cada semestre, são produzidos trabalhos de escrita textual online em sites criados para cada uma das disciplinas envolvidas no projeto.ver
14/07/2011Roseli Aparecida Figaro PaulinoCensura, Mídias e Teatro Amador: antropofagias e mestiçagens.Propomo-nos a estudar a censura à produção teatral do circuito alternativo e popular de cultura na cidade de São Paulo entre 1930 e 1970. O foco principal da pesquisa é a censura à produção teatral de grupos amadores e o cerceamento das camadas populares ao acesso aos bens culturais. O estudo tem como eixo norteador as relações de sociabilidade, multiculturalismo e mestiçagens propiciadas pelas práticas culturais desses grupos de amadores teatrais (muitos deles formados por imigrantes) em diálogo com a indústria cultural e com as políticas culturais do Estado. É uma proposta vinculada ao projeto Temático Comunicação e Censura (Fapesp, 2009-2012) e dá continuidade às pesquisas anteriores do Projeto temático: A cena paulista: um estudo da produção cultural de São Paulo, a partir do Arquivo Miroel Silveira (AMS) da ECA USP. A metodologia utilizada envolve pesquisa bibliográfica e de acervos, entrevistas e análise documental. A pesquisa já produziu resultados publicados em dois livros:"Na cena paulista, o teatro amador.Circuito alternativo e popular de cultura (1927-1945)"; e " Teatro, Comunicação e Sociabilidade. Uma análise da censura ao teatro amador em São Paulo (1946-1970)”.ver
14/07/2011Roseli Aparecida Figaro PaulinoO perfil do jornalista e os discursos sobre o jornalismo. Um estudo das mudanças no mundo do trabalho do jornalista em S Paulo.Esta pesquisa realiza levantamento sobre o perfil dos jornalistas profissionais no Estado de S.Paulo, e o ponto de vista do profissional sobre o seu trabalho. Os dados sobre o perfil e as falas dos jornalistas profissionais serão confrontados com os discursos (das empresas de comunicação, da mídia em geral e da academia) sobre o jornalismo e o futuro da profissão. Estima-se ser bastante urgente o estudo aprofundado sobre as mudanças que vêm ocorrendo na área do jornalismo e que este estudo deva ser realizado a partir do binômio comunicação e trabalho, o qual mobiliza o ponto de vista da atividade humana (ergológica) para entender as práticas profissionais no contexto da fusão de mídias e de relações de trabalho cada vez mais precárias. Espera-se obter como resultado um mapa do perfil do profissional de jornalismo e o ponto de vista deste profissional sobre seu trabalho, para que se possa entender qual o compromisso dele com o direito à informação, bem como poder traçar caminhos mais profícuos para a sua formação universitária. ver
11/08/2011Samira Youssef CampedelliLiteratura juvenil brasileira: boom editorial e mercado contemporâneoDentre os muitos gêneros e subgêneros que alimentam o sistema literário brasileiro, a literatura juvenil é um fenômeno recente, cuja produção é maciça desde os anos 1970 e na primeira década do século XXI, com a publicação de inúmeros títulos escritos especialmente, sob encomenda ou não, e a sua circulação marcante no contexto escolar, em meio aos diversos produtos culturais que inundam o mercado e disputam avidamente a atenção dos jovens. A partir do enfoque de determinados títulos publicados ao longo do último quartel do século XX e durante os primeiros anos do presente milênio, a pesquisa objetiva investigar o cenário da produção literária destinada ao público juvenil e sua estética norteadora, através do enfoque de séries editoriais especialmente pensadas para uma faixa etária considerada grosso modo como (pré-)adolescente, e títulos que se tornaram exemplares desse universo. Alguns autores representativos, a saber, Marina Colasanti(Ana Z , Aonde Vai Você?) Telma Guimarães Castro Andrade (Viver um grande amor, Agenda Poética), Álvaro Cardoso Gomes (Fase terminal, Para tão longo amor), Márcia Leite (Qual é a minha?), Márcia Kupstas (Crescer é perigoso, Clube do Beijo), Julio Emilio Bra (Pretinha, Eu?). ver
14/07/2011Samira Youssef CampedelliOriginais ReprovadosOriginais Reprovados é uma revista produzida por alunos do curso de Editoração da ECA a partir de textos literários produzidos por alunos de diferentes unidades da USP. As crônicas, contos, poemas e quadrinhos são submetidos por seus autores à seleção de uma comissão editorial. O projeto visa a incentivar a produção literária na comunidade universitária, bem como divulgá-la dentro e fora da USP, além de promover a leitura e a redação como formas de cultura e lazer.ver
31/08/2011Sayonara Sousa PereiraLAPETT- Laboratório de Pesquisa e Estudos em TanztheaterO LAPETT grupo de Pesquisa coordenado por Sayonara Pereira começou sua atuação prática em março 2011. O grupo de pesquisa tem como intuito dialogar com ensino e pesquisas acadêmicas, tanto na graduação como na pós-graduação da Escola de Comunicações e Artes /Departamento de Artes Cênicas da USP, através de aulas expositivas, seminários, oficinas de técnicas de danças - cênicas com o objetivo de aperfeiçoar os alunos e pesquisadores dentro dos paradigmas do Tanztheater de Kurt Jooss, em diálogo com acontemporâneidade. Com a consolidação deste núcleo espera-se que sejam cada vez mais elaboradas e desenvolvidas monografias, teses, artigos, peças coreográficas,e experimentações cenicas em geral, dentro dos paradigmas e filosofia do Tanztheater. Além disso, o LAPETT pretende oferecer cursos de extensão e outras formas de produções artísticas complementares que contribuam no aprimoramento dos seus integrantes, e que levem os pesquisadores do LAPETT, a praticarem um diálogo com outras comunidades externas a Universidade. Podem tomar parte das reuniões do LAPETT estudantes de graduação, pós- graduação e profissionais das artes da cena, após entrevista com a coordenadora do grupo. As reuniões do LAPETT acontecem semanalmente no CAC/ECA-USP. ver
30/08/2011Sayonara Sousa PereiraJanela Digital de DançaProjeto que esta se estabelecendo entre LAPETT-CAC-ECA/e o Deutschetanzfilm Institut Bremen/Alemanha. O presente projeto pretende inaugurar, junto ao Departamento de Artes Cênicas, na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo- CAC/ECA/USP, uma cooperação com o Deutsches Tanzfilminstitut-Bremen [TAFI] / Instituto Alemão de Videografia em Dança – Bremen para a instalação da primeira base de dados e informações Multimeios no Brasil sobre Tanztheater e outras caligrafias de dança contemporânea, base a qual denominaremos de Janela Digital / Tanzfenster.ver
14/07/2011Susana Cecilia Almeida Igayara de SouzaCadernos de Repertório Coral ComunicantusEditoração eletrônica de obras estreadas pelos coros do Comunicantus: Laboratório Coral do CMU-ECA-USP. O projeto tem por objetivo normatizar a editoração do material estreado pelos coros do Comunicantus, principalmente a produção discente. Volta-se para novas obras corais e arranjos produzidos na atividade laboratorial, que foram escritos e reescritos a partir da atividade prática, das discussões na disciplina Práticas Multidisciplinares em Canto Coral e da supervisão dos professores responsáveis pela Disciplina. Um dos objetivos do projeto de pesquisa é discutir as práticas de leitura e escrita musicais e demonstrar a especificidade da escrita coral. ver
26/08/2011Sérgio Bairon Blanco SanTannaProdução Partilhada do Conhecimento: Universidade e ComunidadeDescrição: O Projeto é uma iniciativa interdisciplinar de investigadores e professores universitários brasileiros e portugueses que pesquisam em parceria com a comunidade de Jequitibá MG, desde o ano 2004. Determinados em estreitar relações científicas, comunitárias, culturais e educacionais no espaço da lusofonia. Situa-se no âmbito da comunicação, da antropologia e da história da cultura e privilegia a utilização sistemática e intensiva da prodeução de mídias aplicadas à criação de materiais didáticos para o ensino. O projeto adotou como unidade temática a (Inter)culturalidade Atlântica (ver site: www.reticularidade.org), focalizando a sua dimensão reticular (em rede), transnacional, transcultural e interdisciplinar. A ênfase é dada à complexa rede histórica, social, cultural e artística da cultura africana transatlântica. Além do Brasil (interior de Minas), já foram iniciadas as pesquisas (filmagens) no Uruguai, Argentina, Cuba e Cabo Verde. Os elementos em comum que encontramos e registramos até aqui, indicam o ritual da Coroação de Reis Congo, ainda fortemente presente no Brasil, como um dos grandes elos da (Inter)culturalidade Afro-atlântica. A pesquisa tem possibilitado a produção de material fílmico, fotográfico e de áudio, sendo que toda produção conta com a participação ativa de membros das comunidades. . ver
26/08/2011Sérgio Bairon Blanco SanTannaHipermídia e Antropologia da Comunicação Visual: produção do conhecimento em mídias digitais.Descrição: Resumo O presente projeto objetiva investigar a relação entre a linguagem hipermidiática e a antropologia da comunicação visual, explorando a possibilidade de uma renovação estratégico-metodológica da produção de conhecimento científico na área de comunicação. O escopo é propor experimentações em linguagem hipermidiática, bem como destacar caminhos em comum entre as áreas do conhecimento em questão. A pesquisa, portanto, detém uma característica metalingüística, ou seja, a partir da construção de uma hipermídia, analisar-se-á a própria linguagem hipermidiática como uma opção à produção do conhecimento na área de comunicação. O diálogo com a Antropologia, sobreteudo, a Antropologia da Comunicação Visual e a Antropologia Visual, deve-se ao fato destas regionalidades científicas terem desenvolvido uma longa experiência com a produção audio-visual do conhecimento. O resultado da pesquisa deverá ser apresentado em linguagem hipermidiática, sendo este ambiente criado e produzido sob a responsabilidade do responsável desta proposta. . Palavras-chave: hipermídia, antropologia da comunicação visual, comunicação visual, não-linearidade, jogo, texturas sonoras, história cultural, comunicação e experiência estética. .ver
14/07/2011Terezinha Fátima Tagé Dias FernandesComunicação e linguagens da vida urbana em discursos e em textos verbais e não-verbais em diferentes épocas e formatos midiáticosPesquisa da produção de sentido de mensagens das mídias(sentido amplo) comunicadas em linguagens( sistemas sígnicos) de mediações(Jesús Martin-Barbero) sociais contemporâneas ou precursoras. Por este motivo, desenvolveu o estudo de textos e discursos verbais e não-verbais (jornalísticos, literários, radiofônicos, dramatúrgicos, televisivos, digitais, sonoros, visuais) da atualidade ou os que construiram e registraram a memória e historicidade em produtos culturais no cotidiano e na vida urbana de diferentes épocas e espaços semióticos (foram pesquisadas reportagens pontuais em jornais diários, textos de escritores -jornalistas, como Lima Barreto, Jorge Andrade, Zulmira Ribeiro Tavares, entre outros ) Todos voltados para marcas de referência de seu tempo/ espaço e semiosfera. O projeto partiu do princípio segundo o qual a Comunicação também é uma capacidade humana de criar e organizar linguagens e diferentes sistemas de signos integrados que se manifestam em múltiplas esferas das atividades sociais para compreensão dos sentidos da própria vida em movimento. Justificou-se como estudo da construção de mensagens midiáticas diferenciadas, muito além dos conteúdos e dos suportes, porque elas geraram, transmitiram, descobriram e apreenderam os sentidos da vida social. Consideramos como Texto a noção de Iúri Lotman, segundo o qual: "um texto pode ser considerado como todo conjunto de signos passível de leitura".ver