Projetos de Pesquisa

(169 resultados) Download como CSV

Data de SubmissãoDocenteTítuloordenar íconesSúmulaLink ver
08/08/2011Gilson Schwartzterceir@idadeO projeto terceir@idade integra uma rede de pesquisa e extensão no campo da inclusão digital com financiamento do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq), com atendimento na Unidade de Inclusão Digital Lar São Vicente de Paulo, em Piracaia, São Paulo. As ações voltadas para a terceira idade também incluem o oferecimento de uma disciplina no programa USP Aberta à Terceira Idade assim como uma parceria com a Escola de Aplicação da USP, onde um bolsista de pré-iniciação científica poderá participar dos trabalhos de campo, análises e intervenções tanto em Piracaia quanto na USP.ver
25/08/2011Ronaldo Coutinho de MirandaTexturas : Composição e Análise de um Quarteto de CordasO principal objetivo deste trabalho foi a composição de um quarteto de cordas, gênero fundamental na produção musical através da História. Considerando-se a criação musical como a pesquisa em música por excelência, priorizou-se a composição do quarteto em questão, que recebeu o título de Texturas e foi dividido em quatro movimentos : Prólogo, Scherzo, Entreato e Finale. A análise da peça constituiu-se na segunda etapa da pesquisa, procurando esclarecer detalhadamente os procedimentos formais e as características da linguagem musical utilizada. O trabalho inclui ainda uma contextualização do autor, em relação à evolução de sua técnica composicional, bem como uma revisão crítica.ver
03/11/2011Celso FredericoTrabalho e comunicação: a desmaterialização do realPesquisa teórica que procura entender como autores de diversas tendências relacionaram trabalho e comunicação. A herança iluminista presente fez com que esses autores, de uma forma ou de outra, retomassem o tema da emancipação humana. Em qual dos polos – trabalho ou comunicação – devemos pensar a emancipação? As respostas dadas, quase sempre, partiram de um determinismo tecnológico. 1) Há, inicialmente, aqueles que se situam no interior de uma problemática comunicacional. A centralidade da linguagem, presente desde sempre no estruturalismo, teve continuidade no pós-estruturalismo ou, como preferem nomear os franceses, no pós-modernismo. O pioneiro dessa concepção é Wiener, o “pai” da cibernética. A partir das ideias desse autor – mas longe de sua inspiração humanista – desenvolveram-se as várias teorias da “sociedade da informação”, “capitalismo cognitivo”, “sociedade pós-industrial” etc. O computador enfim desbancaria o mundo fabril e as antigas classes sociais que dividiam a sociedade. A produção material seria substituída pelo conhecimento, a democracia atingiria a sua perfeição na “ágora eletrônica”, e a “classe do conhecimento”, exercendo o seu poder, promoveria a transição de uma economia mercantil para uma “economia de dádiva”, cujo modelo é o compartilhamento de informações propiciado 2) Uma segunda corrente, diferentemente da primeira, não parte da comunicação, mas das metamorfoses ocorridas na esfera da produção, vale dizer, das transformações ocorridas na esfera do trabalho. O texto inaugural é o Grundrisse, momento em que Marx especula sobre o futuro do trabalho. No capitalismo plenamente desenvolvido, segundo o seu prognóstico, a riqueza tende a tornar-se “menos dependente do tempo de trabalho” e dependeria mais “do estado geral da ciência e do progresso da tecnologia, ou da aplicação da ciência à produção”. Desse modo, a ciência, como “força produtiva máxima”, projeta o fim da lei do valor- A partir daí, diversos autores passaram a ver nas transformações tecnológicas a promessa da emancipação social ou, ao menos, os espasmos finais da sociedade capitalista. A produção material, no novo estágio pós-industrial, perde progressivamente o seu papel central, ao ser substituída pela “significação” e pela “imaterialidade”. A nova forma de produção depende essencialmente da comunicação entre os agentes e de seus saberes. Trata-se, portanto, de uma “lingustic turn” ocorrida no próprio trabalho. Perfilam-se aqui, entre outros, os teóricos do “trabalho imaterial” (Negri, Lazzarato, Gorz), da “sociedade em rede” (M. Castells), da “sociedade informática” (Adam Schaff) e da “sociedade informacional” Partindo da comunicação ou do trabalho, as duas correntes acima, convergem na desmaterialização do real, na centralidade da comunicação e no otimismo com relação ao desenvolvimento tecnológico.ver
29/08/2011Renê Corrêa do NascimentoTurismo de Negócios Tendo por referência as características de Turismo de Negócios, esta linha de pesquisa busca investigar o segmento, no sentido de compreender o conjunto de atividades turísticas decorrentes dos encontros de interesse profissional, associativo, institucional, de caráter comercial, promocional, técnico, científico e social, por meio da incidência de resultados do setor na dinâmica do turismo nacional e internacional. Observa-se, na última década, que o segmento Turismo de Negócios, tanto no que se refere ao incremento da demanda como pelo crescimento e qualificação da oferta turística específica tem se destacado pelos inúmeros eventos técnico-científicos e comerciais, pela organização dos diferentes setores envolvidos na atividade, pelo interesse das diversas esferas do poder público e pela expressiva produção científica que trata desta temática. Neste sentido, esta proposta de pesquisa pretende contribuir por meio da organização e sistematização da produção científica nacional sobre Turismo de Negócios e da identificação das tendências e prioridades da pesquisa neste segmento do turismo. Como principal produto está o desenvolvimento e a implementação de um repositório temático sobre o assunto. Desta forma, busca-se promover a valorização do conhecimento científico como base para a reflexão e definição de ações de desenvolvimento do Turismo de Negócios no país. A presente pesquisa, em razão das necessidades instrumentais e metodológicas para organização dos dados coletados no decorrer deste período, realiza por meio do Banco de Teses da CAPES – Centro de Aperfeiçoamento de Professores da Educação Superior levantamento da produção científica específica com o objetivo de localizar referencial teórico que trate do tema “turismo de negócios”. O mesmo instrumento, como referência preliminar, registra análise e discussão sobre as instituições de ensino, as áreas de conhecimento, palavras-chave, nomes dos cursos e o grau de formação das publicações relacionadas.ver
29/08/2011Renê Corrêa do NascimentoTurismo de SaúdeTendo por referência as características de Turismo de Saúde e seus nichos de mercado esta linha de pesquisa busca investigar o segmento, no sentido de compreender o conjunto de atividades turísticas decorrentes do setor.A base conceitual para definição e entendimento do segmento está atrelada à caracterização adotada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), que estabelece inúmeras oportunidades nas interfaces do segmento, como por exemplo o termalismo, as viagens com objetivos médico-estéticos e espaços para tratamento com oferta de serviços e entretenimento aos usuários. É correto afirmar que, mais recentemente, em especial a partir dos anos de 1990, o segmento Turismo de Saúde, tanto no que se refere ao incremento da demanda como pelo crescimento e qualificação da oferta turística específica tem se destacado no portfólio de negócios turísticos do país e do mundo. Em razão dessa realidade a pesquisa pretende contribuir por meio da organização e sistematização da produção científica nacional sobre Turismo de Saúde e da identificação das tendências e prioridades da pesquisa neste segmento do turismo, e também como hoje se mostram os resultados acadêmicos-científicos do segmento, por meio de desenvolvimento e a implementação de um repositório temático sobre o assunto. Desta forma, busca-se promover a valorização do conhecimento científico como base para a reflexão e definição de ações de desenvolvimento do Turismo de Saúde no país. A presente pesquisa, em razão das necessidades instrumentais e metodológicas para organização dos dados coletados no decorrer deste período, realiza, preliminarmente, por meio do Banco de Teses da CAPES – Centro de Aperfeiçoamento de Professores da Educação Superior levantamento da produção científica específica com o objetivo de localizar referencial teórico que trate do tema “turismo de saúde”. Como parte dos resultados já alcançados nesta investigação preliminar, cabe destacar a apresentação de produção científico.ver
29/08/2011Renê Corrêa do NascimentoTURISMO E VOLUNTARIADO: Incidências e resultados do turismo voluntário no contexto das práticas alternativas na cidade de São PauloA presente pesquisa objetiva compreender a ocorrência do turismo voluntário na cidade de São Paulo, como interstício emergente na integração entre diferentes motivações vigentes na conformação de um novo paradigma das viagens turísticas. O voluntariado, entendido dentro das práticas alternativas de se fazer turismo como uma tendência das viagens globais, hoje se manifesta de maneira consistente em muitos locais referenciados como destinos turísticos. Nesse aspecto, tomando como referência a capital paulista, essa investigação busca compreender de forma mais ampla a ocorrência em espaços públicos ou privados que desenvolvem projetos voluntários e aceitam turistas como sujeitos ativos nas mais diversas atividades. Para tanto se propõe a estudar este cenário e identificar todos os sujeitos, turistas ou não, no sentido de criar uma ampla compreensão dessa prática no dia-a-dia da cidade.Através de metodologia exploratória quanti-qualitativa será conduzido o plano de pesquisa que, efetivado, sinalizará a realidade do binômio turismo e voluntariado apontando incidências e resultados no contexto das práticas alternativas, colaborando, assim, para futuras análises em decorrência do cenário globalizado e das novas práticas segmentadas de viagens turísticas.ver
14/07/2011Valéria de Siqueira Castro LopesValoração de resultados em Relações PúblicasAs organizações têm se deparado com cenários desafiadores que exigem flexibilidade, inovação e capacidade competitiva, composta não apenas por seu desempenho econômico e técnico, mas também por uma conduta socialmente valorizada e aceita que garanta sua legitimidade e sobrevivência no ambiente em que atua. Para tanto, há que se considerar a performance organizacional em ambiente institucional, ou seja, a capacidade de uma organização legitimar-se diante de seus stakeholders, por meio da adequação às normas de conduta instituídas e socialmente valorizadas, que correspondam às expectativas dos grupos que compõe o ambiente no qual ela atua, bem como de seus componentes simbólicos tais como reputação e imagem. Dessa forma, a organização garante sua permanência e legitimidade no entorno e, conseqüentemente, maior facilidade de acesso a recursos materiais e econômicos (Silva e Barbosa, 2002). Diante do exposto, observa-se a relevância que a Comunicação Organizacional e, em particular, Relações Públicas assume por ser considerada a área especializada na gestão de relacionamentos, o que reforça seu caráter estratégico no contexto do negócio. Entretanto, fica evidente na fala de acadêmicos e profissionais que a conquista desse reconhecimento e a manutenção dessa função dependem da demonstração de resultados. No entanto, mensurar a contribuição de Relações Públicas ao alcance dos resultados organizacionais tem se mostrado uma tarefa árdua, pois, como característica inerente à atividade, os resultados por ela obtidos – como a construção de uma imagem favorável, por exemplo – são de longo prazo em sua maioria (Hon, 1998). As técnicas de pesquisa podem auxiliar os profissionais de Relações Públicas a verificarem a opinião, atitude e comportamento dos públicos, bem como indicar caminhos para a adequação de programas de comunicação. Entretanto, o desafio que se apresenta ao campo reside na mensuração do valor econômico desta atividade. Como demonstrar o valor de bons relacionamentos se estes muitas vezes evitam que os públicos protestem, processem ou façam propaganda negativa? Como demonstrar o impacto de um comportamento que não ocorreu por causa da habilidade organizacional em gerenciar sua comunicação e relacionamentos? Ou como relacionar um comportamento favorável demonstrado por um público hoje com um bom relacionamento que vem sendo desenvolvido em longo prazo? E, em última instância, como demonstrar o valor de tais esforços? Tanto os profissionais quanto os acadêmicos de Relações Públicas têm buscado a resposta para essas questões, pois sabem que as organizações são orientadas para a demonstração de valor. Por consequência, a manutenção da função estratégica da área depende do desenvolvimento de mecanismos de mensuração capazes de lidar com resultados, até então, considerados intangíveis e difíceis de ser valorados. Por este motivo, a mensuração de resultados em Relações Públicas é um tema atual e de interesse para o campo e foi escolhido para o desenvolvimento deste projeto de pesquisa. O projeto está voltado à valoração dos resultados em Relações Públicas e, para tanto, será realizada uma revisão da literatura dedicada ao estudo dos ativos intangíveis e à proposição de metodologias que possibilitem a demonstração de sua contribuição aos resultados organizacionais.ver
14/07/2011Amilcar Zani NettoVida e Arte na Coleção Clara e Edward SteuermannEstudo sobre a vida e obra de Edward Steuermann, compositor, pianista e professor polonês radicado nos Estados Unidos, e sua relação e colaboração com os integrantes da Segunda Escola de Viena. A pesquisa disponibiliza no site www.projetosteuermann.usp.br extensa documentçào contendo cartas, documentos, partituras orignais, filmes e gravações ver
18/10/2011João Paulo Amaral Schlittler SilvaWebsite do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA USP O projeto tem como objetivo a difusão na internet da produção audiovisual, atividades, informações do Departamento de Rádio, Cinema e Televisão da Escola de Comunicações e Artes da USP. A atualização de notícias de eventos, projetos de pesquisa com ênfase em conteúdo audiovisual digital, permite dar continuidade ao projeto AVTV do programa Ensinar com Pesquisa que possibilitou a criação do website do Curso Superior do Audiovisual. Levar em conta um público mais amplo é algo novo no curso, pois a exibição da maior parte dos exercícios realizados ao longo da graduação se restringe aos próprios alunos do departamento e, no caso de curtas-metragens dos trabalhos de conclusão de curso, a festivais universitários. Com a transmissão de programas através do Canal Online do Curso Superior do Audiovisual, o AV TV, os produtores-estudantes conseguirão analisar a repercussão de seu trabalho através de fóruns e enquetes, onde poderão discutir e trocar opiniões com espectadores. A internet como meio global de comunicação, possibilita a divulgação universal da produção acadêmica, das atividades de cultura e extensão, das atividades de pesquisa, sendo de extrema importância a constante atualização do conteúdo do website ao se considerar o dinamismo deste meio. O site atualmente programado em HTML será convertido para Word Press que possui uma interface bastante acessível, facilitando a atualização dos dados. ver