Pesquisa sobre a comunicação do PPGCOM


“Em casa de ferreiro, o espeto é de pau?” - A comunicação de um Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação
é um estudo de caso desenvolvido por Rosely Vieira de Sousa e apresentado junto ao Departamento de Comunicações e Artes (CCA) da ECA como requisito parcial para obtenção do título de especialista em nível de especialização em Gestão da Comunicação: Políticas, Educação e Cultura

Resumo

Este trabalho tem por objetivo aperfeiçoar a comunicação institucional do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da USP (PPGCOM-USP). A motivação para sua realização foi investigar como se dá a comunicação do programa, pelos seus diversos canais, junto aos seus diversos públicos. Os objetivos gerais, que visam o projeto de intervenção, são: 1) construir conhecimentos que colaborem com a criação de um canal de comunicação eletrônica (Ouvidoria do PPGCOM-USP) para que o receptor possa ser ouvido por uma pessoa capacitada e com autoridade para encaminhar soluções e; 2) entender o papel de uma atualização constante do site do programa, em termos dessa ação oferecer o máximo de informações ao seu público (docentes, discentes e interessados em geral), para o aperfeiçoamento dos processos comunicacionais internos do Programa. A metodologia utilizada neste trabalho foi o estudo caso, buscando entender o PPGCOM-USP levando em conta seu contexto e sua complexidade Foram realizados dois levantamentos empíricos para obtenção dos dados objetivando conhecer os públicos atendidos e seus hábitos relacionados ao uso dos recursos comunicacionais oferecidos institucionalmente. A primeira pesquisa empírica consistiu num monitoramento diário, no período de setembro de 2010 a março de 2011, totalizando 210 dias, dos acessos no site/página do programa em seus diversos links. A segunda pesquisa, mais direcionada, foi em forma de um questionário on-line, disponível no site/página do programa e encaminhado aos docentes, discentes e egressos de 2010. Os resultados quantitativos da pesquisa indicaram que a comunicação do PPGCOM, por meio de seus diversos canais, foi bem avaliada, no entanto nos resultados qualitativos foram elencadas muitas críticas e sugestões, que merecem uma atenção na proposta de intervenção. Concluímos que, apesar da avaliação geral ter sido positiva, respondendo a pergunta do título “Em casa de ferreiro o espeto NÃO é de pau”, a efetivação do projeto de intervenção se faz necessária, tendo em vista a necessidade de uma comunicação dialógica no programa, visando o direito à informação e o direito à plena liberdade de expressão.

Palavras-chave: comunicação, PPGCOM-USP, pós-graduação, gestor, campo científico, diálogo, CAPES.

Clique aqui e acesse o trabalho na íntegra