A recusa da abordagem científica no "Traité" de Pierre Schaeffer

Linha de Pesquisa: Musicologia e Etnomusicologia

Glaucio Adriano Zangheri

 

Orientação

Prof. Dr. Mário Rodrigues Videira Junior

 

Resumo

   

No Capítulo preliminar de seu Traité des objets musicaux Schaeffer expõe uma sucessão de argumentos que justificam a sua recusa da abordagem científica praticada por algumas correntes musicais por volta dos anos 1950. Este artigo apresenta os principais aspectos dessa recusa em seus aspectos teóricos, históricos e conceituais reconstruindo os pontos-chave da argumentação de Schaeffer. Ao final, conclui-se que Schaeffer recusa a aplicação de certos métodos e conceitos científicos que, segundo ele, seriam inadequados como fundamento para um saber teórico e musical.

Palavras-chave: Música, Ciência, Teoria Musical, Música do Século XX