A Semente da Transformação: O Renascimento do Choro na Década de 70

Linha de Pesquisa: Sonologia: criação e produção sonora

Paula Veneziano Valente

 

Orientação

Prof. Dr. Rogério Luiz Moraes Costa

 

Resumo

   

A presente comunicação faz parte da nossa tese em andamento, que tem como ponto central o choro contemporâneo, analisando seus principais elementos de transformação, especialmente o procedimento da improvisação na performance dos grupos atuais. Esta apresentação tem como principal objetivo uma refleção sobre a década de 70 e o chamado "renascimento do choro", identificando-o como um período significativo para as modificações do gênero no século XXI. Entendemos que este importante movimento deve ser devidamente avaliado, e considerado como um impulso, cujas ideias floresceram nas novas correntes do choro contemporâneo. Vários músicos que iniciaram suas carreiras nesta época seguiram em suas trajetórias ousando novos caminhos, enriquecendo e modificando o gênero. Os grupos atuais nos revelam que o choro está em constante mudança, reforçando a ideia de que as características que identificam um gênero não são estáticas, ou seja, eles têm a capacidade de transformação, de ampliação, e ainda de relacionamento entre si.

Palavras-chave: Música Brasileira, Choro, Década de 70.