Laboratórios de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas

CEPECA 

Centro de Pesquisa em Experimentação Cênica do Ator. Atualmente, coordenado pelo Prof. Dr. Eduardo Tessari Coutinho, o coletivo compartilha pesquisas práticas em artes cênicas junto com a produção de dissertações e teses. O CEPECA tem como objetivo principal reunir grupos de estudos práticos sobre interpretação, envolvendo professores, pós-graduandos e interessados na área - com ou sem vínculo com a USP.

 

Laboratório de Práticas Performativas

O laboratório é vinculado ao Departamento de Artes Cênicas da ECA/USP, tendo como coordenadores os Profs. Drs. Marco Aurélio Bulhões, Antônio Carlos de Araújo e Silva, Marcelo Denny de Toledo Leite e Ferdinando Crepalde Martins.  O laboratório visa investigar, de forma teórica e prática, as relações entre a arte da Performance e as diversas linguagens artísticas contribuindo para o Teatro, a Dança, as Artes Visais a Música e o Cinema, a Vídeo-Arte, a Vídeo-Performance, as Artes Digitais e Tecnológicas, além de promover o diálogo entre diversas áreas do conhecimento como Artes, Ciências Sociais, Comunicação, Filosofia e Antropologia.

 

LADCOR (Laboratório de Dramaturgia do Corpo)

Fundado em 2016, o laboratório está vinculado às pesquisas sobre composição, criação e performance em dança contemporânea desenvolvidas no âmbito da graduação e pós-graduação, no Departamento de Artes Cênicas. Como ambiente de formalização de pesquisa sistematizada, o LADCOR congrega alunos da graduação e da pós-graduação, sob a coordenação da Profa. Dra. Helena Bastos. O LADCOR aborda os novos modos de organização e produção de estudos do corpo na cena contemporânea, e promove ensaios, espetáculos, intervenções urbanas e pesquisas visando à criação e ao fazer cênico a partir da discussão das noções entrelaçadas entre "corpo, cidade e seus afetos".

 

LAPETT

O Laboratório de Estudos e Pesquisa em Tanztheater é um grupo de Pesquisa coordenado pela Profa. Dra. Sayonara Pereira. Iniciou sua atuação prática em março/2011 e é credenciado pelo CNPq e pela ECA, desde o 2º semestre de 2012. O grupo tem como intuito dialogar com ensino e pesquisas acadêmicas, na graduação e na pós-graduação, através de aulas expositivas, seminários, oficinas de técnicas de danças cênicas, com o objetivo de aperfeiçoar alunos e pesquisadores a partir dos paradigmas do Tanztheater de Kurt Jooss, em diálogo com a contemporaneidade. Com a consolidação deste grupo, espera-se que sejam cada vez mais elaboradas e desenvolvidas monografias, teses, artigos, peças coreográficas e experimentações cênicas em dialogo com diferentes linguagens. Além disso, o LAPETT tem oferecido cursos de extensão e outras formas de produções artísticas complementares que tem contribuído tanto no aprimoramento dos seus integrantes, como também tem levado os pesquisadores do LAPETT a praticarem um diálogo com outras comunidades externas à Universidade. Tomam parte das reuniões do LAPETT estudantes de graduação, pós- graduação e profissionais das artes da cena. 

 

LIM-CAC

O Laboratório de Informação e Memória do Departamento de Artes Cênicas é coordenado pela Profa. Dra. Elizabeth Ferreira Cardoso Ribeiro Azevedo, tendo como parceiro o Prof. Dr. Fausto Roberto Poço Viana. O Laboratório trabalha com a organização do acervo sobre o teatro paulista a partir da memória e dos arquivos de professores e ex-professores do Departamento de artes Cênicas da ECA/USP e de outros artistas. O arco histórico abrange a produção de estudos sobre o teatro paulista do século XIX e começo do século XX. Dele participam alunos de Graduação e Pós-Graduação. O Laboratório é financiado por: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Pró-Reitoria de Cultura e Extensão USP - Auxílio financeiro / Pró-Reitoria de Graduação da USP - Bolsa / Pró-Reitoria de Pesquisa da USP.  Recentemente, o LIM-CAC recebeu os arquivos de Gianfrancesco Guarnieri, Ruth Escobar e Décio de Almeida Prado, constituindo um dos maiores acervos, do gênero, no território brasileiro.  O LIM-CAC, juntamente com o Núcleo de pesquisa sobre trajes da cena, coordenado pelo Prof. Dr. Fausto Roberto Poço Viana, fazem parte do Centro de Documentação Teatral. 

 

LITS

O Laboratório de Investigação em Teatro e Sociedade é um centro de pesquisa e estudos coordenado pelo professor doutor Sérgio de Carvalho, do Departamento de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, interessado nas relações entre representação artística e sociedade no teatro brasileiro e latino-americano. Seu objetivo é, acima de tudo, conectar trabalhos de pesquisa acadêmica e artística e, assim, gerar reflexões críticas sobre as interações entre formas teatrais, projetos de modernização e situações produtivas da vida cultural. Para isso, o laboratório investiga o teatro em suas relações sociais, históricas e em suas imbricações com outros campos de produção cultural, como o cinema, literatura e a canção. A tentativa é manter vivo o espírito crítico no campo da reflexão sobre arte.

 

LAt!

O laboratório investiga o trabalho do ator na elaboração de repertórios técnico-poéticos em suas diversas linguagens. As pesquisas individuais ou coletivas abrangem criação, dramaturgia, atuação e reflexão. Anteriormente, constituído como grupo de pesquisa ProCriA (Processos Criativos do Ator),  sob a coordenação de Alice Kiyomi Yagyu; o laboratório vem realizando, nos últimos anos, os projetos Processos e Criadores (edital 2017-2018 / PUB) e Investiga-ação (edital 2018-2019 / PUB), contemplados com 04 bolsas em cada edição. Participam do LAt! alunos de graduação e pós-graduação do CAC, alunos do CMU - Curso de Música, ex-alunos do CAC, artistas e colaboradores de diversas áreas.

 

Núcleo de Traje de Cena, Indumentária e Tecnologia

Coordenado pelo Prof. Dr. Fausto Roberto Poço Viana, o núcleo de pesquisa sobre traje de cena estuda o vestuário – ou ainda, de forma mais geral, figurino, roupa de cena, traje cênico – utilizado nas mais diversas manifestações cênicas, como o teatro, o circo, o cinema, a televisão, a dança, a performance e outras variantes contemporâneas de arte. São dois eixos principais. Um, parte do traje de cena enquanto parte atuante do espetáculo e toda a significação que ele adquire ao fazer parte do rito artístico em que está inserido. Nesta situação, o que se avalia de forma quase subjetiva são as sensações, efeitos artísticos e interferências/reações causadas no espectador. O outro, trata do traje enquanto objeto, que carrega em si a memória do fazer cênico e que por isso se torna um dos poucos elementos que trazem vestígios do que foi a encenação da qual fez parte. Trata-se muito mais neste caso de memória material, que permite a análise do material com que foi confeccionado, estudos de cores, confecção, procedência, formas, modelagem, texturas, peso e uma série de características mais palpáveis e às quais necessariamente não se tem acesso quando o traje está em cena.

 

O CÍRCULO (Grupo de Estudos Híbridos das Artes da Cena)

Coordenado pelo Prof. Dr. Felisberto Sabino da Costa, o grupo investiga poéticas  híbridas e seus desdobramentos em novos modos de pensar o teatro contemporâneo, envolvendo contaminações, coabitações e convivências entre diversas artes da cena e todo fazer que possibilite fronteiras. O grupo busca a eliminação das noções tradicionais de autoria e prestígio individual na produção do conhecimento. Há o interesse na publicação de artigos de autoria coletiva, nomeados por ordem alfabética, tal como uma dança circular. A pesquisa coletiva, e não a autoria individual, é o que aglutina os seus integrantes. Os atores individuais são representantes do coletivo. A ideia de circulo perpassa todas as atividades: a pesquisa, o fazer e as relações pessoais.  As funções internas constituem paragens transitórias necessárias ao funcionamento de O Círculo que espelha o fazer investigativo sempre em mutação.