Resultados da busca pela palavra:
olimpíadas

Em estudo inédito, ECA e Institute of Cultural Capital analisam o legado cultural dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Segundo o professor Paulo Nassar, do Departamento de Relações Públicas, Publicidade e Propaganda (CRP), grandes eventos culturais são excelentes oportunidades para que os territórios possam estruturar as “narrativas de sua história, de seu povo e suas realizações” e o modo como eles se apresentam perante as demais comunidades do mundo.

Professor do CRP apresenta resultados de pesquisa sobre os Jogos Olímpicos

Um projeto de pesquisa liderado pelo professor Paulo Nassar, do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), e pela pesquisadora Beatriz Garcia, da Universidade de Liverpool, do Reino Unido, sobre a cobertura da imprensa acerca dos Jogos Olímpicos do Brasil foi tema de um workshop realizado no último dia 16 de maio, na universidade inglesa.

Impactos da Copa e das Olimpíadas no Brasil

30/06/2015 22:00

Acontece no dia 30 de junho, terça-feira, ás 22 horas, a mesa-redoanda com os alunos que participaram do projeto “Metropolização e megaeventos: impactos da Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016”.

Alunos da ECA conquistam 2º lugar na Olimpíada USP

Lead: 
O grupo coordenado pelo professor Leandro Leonardo Batista, do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), conquistou o segundo lugar na área de Humanidades na Olimpíada USP.
Sigla do Depto.: 
ECA

Olimpíada USP do Conhecimento

Até 12/04/2013 estão abertas as inscrições para a Olimpíada USP do Conhecimento. Esta é uma competição que selecionará 60 equipes com propostas inseridas no Sistema Atena (da USP) para resolver um problema técnico-científico. As equipes devem ser de, no mínimo 8 e no máximo 20 integrantes, todos da USP, e devem conter obrigatoriamente alunos de graduação e pós, além de 1 docente que será o coordenador.

Inscrições para Olimpíada USP de Inovação

21/03/2011
30/06/2011

Todos estão cansados de ouvir histórias sobre boas idéias que rendem bastante dinheiro. No entanto, essas “fábulas do sucesso” parecem destacar apenas um por cento de inspiração, ignorando outros noventa e nove por cento de transpiração. A verdade é que poucos conhecem caminhos para a exploração do potencial mercadológico e do impacto social de grandes inovações.