Nota de Repúdio à Exclusão de Parte do Acervo da Fundação Palmares

 

O Departamento de Informação e Cultura (CBD) encaminhou nesta sexta, dia 25 de junho, à presidência da Fundação Palmares nota de repúdio sobre a intenção da entidade de se desfazer de parte do seu acervo de livros. Na quarta-feira, dia 23, a Justiça Federal do Rio de Janeiro determinou a proibição da exclusão e danificação de obras pela Fundação Cultural Palmares.

Leia o texto do CBD na íntegra:

O Departamento de Informação e Cultura, responsável pelo Curso de Biblioteconomia, da Escola de Comunicações e Artes, da Universidade de São Paulo acompanha as manifestações de repúdio apresentadas por entidades e figuras acadêmicas e profissionais da área diante do ato de dilapidação do valioso acervo da Biblioteca da Fundação Cultural Palmares. O descarte de itens bibliográficos dessa biblioteca representa o apagamento de significativa parcela da memória cultural, caracterizando-se como ato inaceitável de violência contra o patrimônio intangível não somente da sociedade brasileira, mas de toda a humanidade. 

A integridade da coleção da Biblioteca da Fundação Cultural Palmares é questão, portanto, que diz respeito à essencial ordem democrática e ao direito de todos os brasileiros e de todas as brasileiras ao conhecimento e à diversidade de pensamento.

Não à destruição dos livros!!!

 

https://www.eca.usp.br/comunicados/cbd/departamento-de-informacao-e-cultura-emite-nota-de-repudio-exclusao-de-parte-do