Desenvolvida por estudantes da ECA, campanha de recepção 2021 destaca pluralidade da vida universitária

A XXIII Semana de Recepção tem como tema a relação entre universidade e aluno 

 

Fruto do trabalho de estudantes do terceiro ano de Publicidade e Propaganda da ECA, a campanha A USP transforma você transforma a USP tem como foco a diversidade e o acolhimento às calouras e calouros de 2021. O projeto foi criado pela agência-laboratório Soci, formada por Beatriz Cruz, Felipe Primo, Jefferson Bastida, Luísa Teixeira, Michele Traves e Sofia Figa.

A campanha foi desenvolvida durante o segundo semestre de 2020 para a disciplina Pesquisa em Publicidade, ministrada pelo professor Arlindo Ornelas, do Departamento de Relações Públicas, Publicidade e Turismo (CRP). A agência Soci concorreu com outros nove projetos. 

 

cartaz da campanha de recepção aos calouros 2021 com o slogan a usp transforma você transforma a usp  Cartaz da campanha de recepção aos calouros 2021

Cartazes da XXIII Campanha de Recepção aos Calouros 2021 produzidos pela agência-laboratório Soci.

 

Todos os anos uma nova campanha é escolhida pelo Grupo Pró-Calouro, vinculado à Pró-Reitoria de Graduação (PRG) da USP e coordenado pelo professor Oswaldo Crivello. Para Arlindo, o diferencial da Soci foi “a coisa atemporal que eles situaram dentro da certeza de que ‘você transforma a USP e a USP transforma você’ ”. As peças chamam os ingressantes para mergulhar na experiência universitária, criando um vínculo com os calouros e reforçando a conexão e a importância do aluno para a universidade.  

 

Desafios na pandemia

Em um ano atípico, a agência precisou lidar com incertezas na elaboração da campanha e superar os obstáculos que o ensino remoto apresentou.

O material foi construído com base em pesquisas qualitativas com veteranos e os chamados “vetelouros” – alunos que ingressaram no início da pandemia e, portanto, não vivenciaram a experiência universitária completamente. Para a Soci, as reuniões virtuais e o processo horizontal e cooperativo de trabalho foram essenciais na organização.

Mesmo com a esperança do retorno às aulas presenciais em 2021, o desenvolvimento das peças levou em consideração o agravamento da pandemia e precisou ser reformulado para as mídias digitais. “Foi um grande desafio tentar pensar nessa readequação e nos calouros recebendo essa mensagem e entendendo ela, porque talvez não pudessem estar presencialmente na universidade”, diz Michele.

Apesar da dificuldade de alcançar alunos que não vivenciarão a experiência de forma presencial, a campanha consegue apresentar informações relevantes sobre o contexto universitário. Para o professor Dorinho Bastos (CRP), que ajudou na preparação, o trabalho foi muito bem desenvolvido. “Curiosamente, quem sabe seja a campanha desses vinte e três anos com mais conteúdo”.

 

 
Uma relação bilateral 

O foco principal das peças é destacar aos recém-chegados a sua importância como agentes transformadores na universidade, promovendo um acolhimento maior nesse momento de insegurança. “A ideia teve muito da nossa vivência enquanto uspianos. Eu vejo a USP de uma forma bilateral. Ela transforma a gente através das vivências, do ensino, da pesquisa, da preparação acadêmica e profissional. Mas a gente também transforma a USP através da nossa pluralidade”, afirma Felipe.

 

Cartazes da campanha "A USP transforma você transforma a USP".

 

A relação entre diferentes indivíduos também está na essência da campanha, que fornece dados sobre diversidade regional-cultural e políticas inclusivas de ingresso, além de apresentar algumas entidades estudantis importantes para a vivência universitária. 

Para a agência, o projeto ter sido idealizado e produzido por alunos reforça ainda mais o slogan. “Fazer uma campanha que vai ser veiculada de uma forma real para clientes reais é muito interessante, principalmente sendo algo feito na própria universidade”.

 

Texto: Gabriela Schatz Queiroz

Imagem do destaque: montagem de Amanda Ferreira com foto de Cecília Bastos /USP Imagens, banner da campanha e foto de Divulgação da USP.