Projeto "Memórias Ecanas" conta novas histórias

Os alunos do 6º semestre de Relações Públicas, do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), desenvolvem um projeto chamado Memórias Ecanas, que tem como objetivo reunir depoimentos de alunos, ex-alunos, professores e funcionários sobre sua vivência na Escola. O projeto é coordenado pelo professor Paulo Nassar, do CRP. A ideia começou em 2006, e atualmente já são mais de 200 entrevistas, todas disponíveis no canal no Youtube.

Neste ano, foram dez entrevistados. Dentre eles, a atriz Vera Holtz. Ela conta que comia frutas no pé em Tatuí e Pereiras – cidade que tinha dois mil habitantes e o slogan “visite Pereira antes que acabe” - , e seu início na EAD. “Me lembro que era um galpão (EAD), e já tinha acabado as inscrições. Mas um funcionário me vendo molhada (chovia muito aquele dia) falou 'vou deixar você fazer a inscrição'. Era tão informal na época, e tinha essa coisa artesanal do teatro. Ali eu já fui acolhida”, relembra. Clique e assista.

Outra entrevistada foi a de Alessandra Alves, comentarista de Fórmula 1, na Rádio Bandeirantes. Formada em Jornalismo na ECA, Alessandra conta seus tempos no Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) e  relata um caso de machismo que sofreu em uma palestra e refletiu sobre o preconceito no Departamento ao Jornalismo Esportivo. “É uma fronteira (jornalismo esportivo) que a ECA nunca fez muita questão de ir muito além. Mas passados alguns anos, e tendo militado bastante nesta área, eu fico pensando se a ECA é injusta com o jornalismo esportivo ou se o jornalismo esportivo praticado no Brasil é um jornalismo esportivo muito aquém daquilo que a gente poderia fazer. Será que ele não é clubístico demais? Será que ele não é muito chapa branca? Será que ele não é muito ligado aos interesses comerciais das emissoras que transmitem?”, indaga-se. Clique e assista.

Para assistir a todos os trabalhos, acesse o canal do Memórias Ecanas no Youtube clicando aqui.