Bárbara Leitão lança livro sobre censura nas bibliotecas públicas

Em agosto, Bárbara Júlia Leitão, assistente técnica administrativa da ECA, e diretora do Serviço de Biblioteca e Documentação da ECA no período de  1996 a 2006, lançou o livro Bibliotecas Públicas, Bibliotecários e Censura na Era Vargas e Regime Militar. A obra é resultado da tese de doutorado em Ciências da Comunicação pela ECA, defendida no ano de 2010. 

A obra, lançada durante o XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação (CBBD),  tem por objetivo traçar uma investigação da censura em bibliotecas públicas e se propõe a analisar o impacto que essa ação oficial teve nas práticas de bibliotecários e em hábitos de usuários desses espaços. Para isso, Bárbara parte de algumas das primeiras manifestações de censura do conhecimento até chegar ao caso brasileiro.
 
Por abrigarem patrimônios simbólicos de valor inestimável, as bibliotecas são historicamente alvos estratégicos de destruição, principalmente devido a jogos de poder.