Liberdade e Interdição: tema de seminário e livro do OBCOM

O Observatório de Comunicação,  Liberdade de Expressão e Censura (OBCOM)  realizou, no dia 29/4, o seminário Liberdade e Interdição: Pontos de Vista, apresentando as pesquisas em andamento sobre  liberdade de expressão, e a crescente importância do tema nos dias de hoje.

Liberdade e Imprensa foi objeto da   primeira mesa que apresentou as pesquisas de Fernando Pachi, Ivan Paganotti, José Ismar Petrola, Luciano Somenzari e Nara Lya, e contou com a coordenação da professora   Mayra Rodrigues Gomes, do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) e da  pesquisadora Andrea Limberto.

Para a professora Maria Cristina  Cristina Castilho, coordenadora do Observatório de Comunicação, Liberdade de Expressão e Censura (OBCOM) e docente do CCA, "houve uma mudança no modo de censurar,  mas as justificativas permanecem as mesmas,  a cultura censória permanece a mesma...  A questão tecnológica trouxe novos  problemas para a divisão de censura, como por exemplo a censura exercida nas redes sociais.

Caio Lamas, Daniela Dias, Eliane Almeida, Liliane Moiteiro e Lis Coutinho apresentaram suas pesquisas na segunda mesa que  discutiu o tema  Liberdade e Expressão. A coordenação foi da professora Maria Cristina  Cristina Castilho Costa e do professor  Walter de Sousa.


 

Dando continuidade ao evento  a professora Isabel Ferin Cunha, da Universidade de Coimbra, falou sobre Jornalismo e Democracia: constrangimentos à liberdade de expressão  “Os meios de comunicação deixaram de ser autônomos e estão subordinados aos  interesses econômicos do neoliberalismo globalizado".  Victor Blota, professor do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) encerrou o evento falando sobre a teoria do direito da comunicação, liberdade de expressão e regulação.

 

 

Após o seminário, foi lançado o  livro  Liberdade e Interdição: Pontos de Vista organizado pela professora Maria Cristina Castilho Costa, que reúne ensaios de vários autores.

Fotos: Eduardo Peñuela/Marisa Bento