Professor aposentado do Departamento de Jornalismo e Editoração, Bernardo Kucinski lança coletânea de contos

A Cicatriz e Outras Histórias é o terceiro livro do autor, que venceu o Prêmio Jabuti em 2015 com a obra Cartas a Lula

 

O novo livro de Bernardo Kucinski, docente aposentado do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE), intitulado A cicatriz e outras histórias, reúne uma seleção de mais de cem contos escritos pelo autor desde sua estreia como escritor de ficção, com o romance K.: Relato de uma Busca (2011). Bernardo Kucinski tem se destacado na produção literária contemporânea, tendo sido finalista dos prêmios Portugal Telecom e São Paulo de Literatura em 2012, e vencedor do Prêmio Jabuti em 2015. A Cicatriz e Outras Histórias satisfaz espectativas daqueles que acompanham Bernardo enquanto escritor e também como professor destacado do CJE e cientísta político. 

Capa A Cicatriz e Outras Histórias

Capa de A Cicatriz e Outras Histórias, lançado  pela Alameda Editorial.

 

Presença de Bernardo Kucinski na USP e em momentos importantes da história do país

Ao longo de sua trajetória acadêmica na ECA, Bernardo destacou-se ao participar do projeto de criação do Jornal do Campus, que nasceu com a proposta de expor questões polêmicas acerca da gestão da USP e influenciou a produção de um veículo próprio da Universidade para se contrapor a ele, o atual Jornal da USP. Bernardo destaca também sua participação em outros projetos importantes, como o Nossa América Latina, onde estudantes realizavam reportagens internacionais em tempo real, e a criação das disciplinas Jornalismo Econômico e Jornalismo Internacional.  

Bernardo atuou como assessor especial de comunicação da Presidência da República durante o primeiro mandato do presidente Luis Inácio Lula da Silva. “A oportunidade surgiu por eu ter participado da campanha que elegeu Lula”, relata. Essa experiência rendeu o livro Cartas a Lula – o Jornal Particular do Presidente e sua influência no Governo do Brasil, que conquistou o terceiro lugar na categoria Comunicação no Prêmio Jabuti de 2015. Bernardo Kucinski é considerado uma figura de grande importância na Comunicação brasileira contemporânea, e traz em seus trabalhos literários as marcas de momentos importantes da história política do país. 

 

Bernardo Kucinski estreou na ficção aos 74 anos.

 

Carreira literária 

Em A cicatriz e outras histórias, Bernardo Kucinski nos traz contos presentes em Você vai voltar pra mim, organizados de forma independente dentro do livro, e outras cinco partes, organizadas tematicamente: I. Histórias dos anos de chumbo, II. Instantâneos, III. Outras histórias, IV. Kafkianas, V. Judaicas. Em pouco mais de uma centena de contos presentes no livro, é possível mergulhar em narrativas que se entrelaçam com passagens da vida do autor, momentos da ditadura brasileira e outros temas correlatos, que privilegiam questões políticas - principal pano de fundo da obra do autor. Após os romances K.: Relato de uma Busca (2011), Pretérito imperfeito (2017), A nova ordem (2019) e Julia: nos campos conflagrados do Senhor (2020), Bernardo Kucinski mais uma vez permite ao leitor o mergulho em situações e processos que marcam a história do país até a atualidade. 

A cicatriz e outras histórias pode ser adquirido no site da Alameda Editorial. Nesta sexta, dia 7 de maio, acontece o lançamento on-line do livro