Por que iniciar a carreira em uma empresa júnior?

Do primeiro contato com o mercado de trabalho ao desenvolvimento de habilidades e competências, não faltam motivos para buscar essa experiência durante a graduação

 

Agora que a ECA será sua segunda casa durante seus anos de graduação, é importante saber as oportunidades que a Escola disponibiliza. Além das opções de intercâmbio e iniciação científica, estudantes de graduação podem fazer parte de uma empresa júnior. 

Participar de uma empresa júnior é a oportunidade de ter a primeira experiência com o mercado de trabalho da profissão escolhida, além de desenvolver habilidades profissionais e pessoais, como liderança e trabalho em equipe.

 

Empresa júnior?

Por definição, empresa júnior é uma associação civil sem fins lucrativos. São empresas formadas apenas por estudantes de graduação com o objetivo principal de gerar experiência e aprendizado profissional para os estudantes. O trabalho realizado em uma empresa júnior é caracterizado como trabalho voluntário, formalizado por meio do preenchimento de um documento próprio. Desde 2016, as empresas juniores no Brasil estão sob a vigência da Lei 13.267.

Essas empresas oferecem serviços de baixo custo dentro da área de formação dos alunos. As atividades devem ser orientadas por docentes da instituição de ensino superior a que a empresa está vinculada, mas sua gestão possui autonomia em relação à direção da faculdade, ao centro acadêmico e a qualquer outra entidade acadêmica. A renda obtida através dos serviços realizados deve ser investida em melhorias para a própria empresa, como a compra de equipamentos.

Para as pessoas interessadas em participar de uma empresa júnior, a ECA conta hoje com três opções: a Agência de Comunicação ECA Jr., a Com-Arte Jr. e a Jornalismo Júnior.

 

Imagem: StockSnap/ Pixabay 

 

Agência de Comunicação ECA Jr.

A ECA Jr. reúne estudantes dos cursos de Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Turismo. A agência está localizada na sala 2 do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo (CRP), mas desde 17 de março de 2020 está trabalhando em regime de home office.

Todo ano é realizado um processo seletivo para preencher as 22 vagas da empresa. Outra possibilidade de passar pela experiência de trabalho na ECA Jr. é ser colaborador ou colaboradora em projetos da empresa, com duração máxima de 3 meses. Para isso, é preciso preencher um formulário com informações sobre seu curso de graduação e esperar a realização de um sorteio.

Nesta reportagem, você pode conferir mais detalhes sobre o trabalho da agência durante a pandemia. Para acompanhar orientações sobre a abertura do processo seletivo, siga os perfis da ECA Jr. no Instagram e no Facebook.

 

Com-Arte Jr.

A ComArte Jr. – ou Caju – é a empresa júnior do curso de Editoração, mas recebe estudantes de todos os anos e de qualquer curso da ECA. A cada ano são selecionados cinco membros que vão gerir a organização de eventos e os serviços editoriais que a empresa realiza, como preparação e revisão de texto, diagramação e elaboração de projetos gráficos.

A Com-Arte Jr. está localizada na sala 7 do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE). As inscrições para a última gestão da empresa aconteceram em setembro de 2020, através de um formulário online, devido à pandemia. 

Não se esqueça de acompanhar a Caju nas redes sociais: Instagram e Facebook.

 

Jornalismo Júnior

Localizada na sala 33 do CJE, a Jornalismo Júnior – também conhecida como Jota – é voltada somente para estudantes de Jornalismo da ECA. É possível participar da empresa por até 2 anos. O primeiro ano é o de repórter, que contempla a produção de matérias para o site da empresa e atividades nos núcleos de projetos, como mídias sociais, audiovisual e eventos.

O processo seletivo para se tornar repórter da Jota acontece logo no início do semestre. Neste ano, ingressantes tiveram até 28 de abril para preencher a cartilha de ingresso. Em seguida, cada aspirante a repórter realiza uma entrevista com um dos diretores de Recursos Humanos da empresa para saber quais núcleos de redação e projetos mais se adequam ao perfil e aos objetivos de aprendizado de cada um. Depois do ano de repórter, é realizado outro processo seletivo para escolher a próxima gestão da empresa, que vai acompanhar os novos repórteres por mais um ano.

Você pode acompanhar as produções da Jota pelo Facebook e Instagram

 

Com informações da Brasil Júnior.