Quem foi Sophia Jobim? Livro resgata produções do acervo legado pela professora de indumentária

E-book publicado por professor do Departamento de Artes Cênicas é resultado de uma pesquisa que teve início em 2007, no Museu Histórico Nacional

 

O livro Almanaque da indumentarista Sophia Jobim: um guia de indumentária, moda, reflexões, imagens e anotações pessoais, escrito pelo professor de cenografia e indumentária do Departamento de Artes Cênicas (CAC), Fausto Viana, foi publicado em setembro e está disponível gratuitamente no Portal de Livros Abertos da USP.

 

O e-book é resultado de uma pesquisa desenvolvida com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Nele, Fausto resgata parte da produção de Sophia Jobim, professora de indumentária que viveu entre os anos de 1904 e 1968. Sua trajetória inclui a luta pela igualdade de direitos das mulheres e a fundação de um museu de indumentária na sua casa em Santa Teresa, Rio de Janeiro, em 1960.

 

Para a pesquisa, Fausto digitalizou 125 cadernos manuscritos de Sophia localizados no Museu Histórico Nacional (MHN), no Rio de Janeiro. O almanaque - “publicação que  fala  de  tudo  um  pouco,  com  textos  curtos,  de  fácil  linguagem,  para  que  seja compreendido por quem o lê” - traz textos pessoais, relatos de viagens, textos sobre costura e culinária, além de um glossário contendo anotações de Sophia sobre temas ligados à indumentária e à moda.

 

Fausto escreve na introdução do e-book que sua intenção “sempre  foi  tirar  Sophia  do backstage,  das  coxias,  trazendo-a  de volta  à  luz” e, com isso, ser um ponto de partida para novas pesquisas sobre os registros deixados por Sophia Jobim.

 

O Almanaque da indumentarista Sophia Jobim e outras produções estão disponíveis gratuitamente no Portal de Livros Abertos da USP, site que reúne e promove a divulgação de livros digitais acadêmicos e científicos publicados em acesso aberto por docentes, pesquisadores e funcionários técnico-administrativos da USP.